Federer avança em Wimbledon sem brilho

quarta-feira, 23 de junho de 2010 18:32 BRT
 

Por Justin Palmer

LONDRES (Reuters) - Os seis títulos de Roger Federer em Wimbledon foram demonstrações de classe, estilo e mágica no tênis. Neste ano, entretanto, ele avança aos trancos e barrancos rumo ao esperado sétimo troféu que quebraria um recorde.

Depois de evitar uma humilhante eliminação na primeira rodada na segunda-feira, recuperando-se de dois sets perdidos para o colombiano Alejandro Falla, Federer mais uma vez se deparou com um novato que lhe deu trabalho.

O sérvio Ilija Bozoljac parecia pouco intimidado pelo vácuo entre sua 152a posição no ranking mundial e a de número dois do suíço.

Federer venceu em parciais de 6-3, 6-7, 6-4 e 7-6, mas durante longos períodos foi uma sombra do tenista que reinou absoluto na quadra londrina.

Indagado se estranhou perder três sets nas duas primeiras partidas, Federer rapidamente apontou que os seis que venceu até agora são tudo o que importa.

"Acho que as duas primeiras foram duras, eles (Falla e Bozoljac) de fato jogaram muito bem", disse ele

"Hoje obviamente foi muito diferente. Quase não trocamos bolas, enquanto no primeiro jogo os pontos foram muito disputados na linha de fundo".

"Estou feliz com a maneira como me sinto hoje. Estou saindo de cinco sets. Fiquei atrás quase a partida inteira na primeira rodada. Então saí me sentindo bem no final das contas. Estou empolgado por ainda estar no torneio... esperando pela terceira rodada, independentemente de como cheguei aqui".

Federer agora enfrenta o francês Arnaud Clement.

 
<p>Su&iacute;&ccedil;o Roger Federer comemora vit&oacute;ria sobre o s&eacute;rvio Ilija Bozoljac em Wimbledon. REUTERS/Stefan Wermuth</p>