Maradona diz que vai pedir conselhos para José Mourinho

quinta-feira, 24 de junho de 2010 09:19 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - O treinador da seleção argentina, Diego Maradona, voltou a mostrar admiração por José Mourinho, o recém-contratado técnico do Real Madrid na Espanha, e disse que poderia telefonar para o colega em busca de algum conselho.

Maradona e Mourinho criaram uma boa relação quando o treinador da Argentina visitou a Itália, logo após assumir o cargo, para acompanhar os jogadores da Inter de Milão que era então dirigida pelo bem sucedido e carismático treinador português.

"Gosto muito de Mourinho. Estivemos conversando por muitas horas sobre futebol, de táticas. Ele me pareceu alguém para levar a uma mesa e perguntar sempre que você precisar de algo (...) Tenho o seu telefone (...) Seria capaz de telefonar para pedir algum conselho", disse Maradona em entrevista com o jornal argentino La Nación publicada nesta quinta.

Mourinho foi contratado pelo Real Madrid após ganhar o Campeonato Italiano, a Copa da Itália e a Liga dos Campeões com a Inter de Milão na temporada passada. O português já havia vencido o torneio continental de clubes em 2004 com o Porto de seu país.

Maradona destacou que, por mais que pese ter treinadores de sucesso como Mourinho para modelar uma equipe, a verdade é que nada se resolve do banco de reservas.

"É bom não pensar que se trata de um mago. Quem tem a magia são os jogadores e eles vão seguir tendo até que a última bola do mundo seja jogada. Nós, os técnicos, do banco queremos ver coisas, mas quem depois as interpreta é o jogador. Não existe mágica", garantiu Maradona, de 49 anos.

Ele acrescentou: "Há um monte de treinadores que deixaram coisas, mas deixaram através dos jogadores."

A seleção argentina de futebol aparece como uma das equipes mais fortes para a Copa do Mundo, depois de vencer todas as suas partidas do Grupo B, com 7 gols a favor e 1 contra. No domingo, enfrenta pelas oitavas de final o México, segundo do Grupo A após perder o último jogo do seu grupo contra o Uruguai.

"Nada me preocupa. A única preocupação que tenho hoje é em seguir melhorando, com os 23 (jogadores) que tenho. Melhorando a cada dia como grupo, como equipe", disse o antigo capitão da seleção argentina que venceu o mundial de 1986.

 
<p>T&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o argentina, Diego Maradona, durante sess&atilde;o de treino em Pret&oacute;ria. Maradona disse que poderia telefonar ao colega Jos&eacute; Mourinho, rec&eacute;m-contratado t&eacute;cnico do Real Madrid, em busca de algum conselho. 23/06/2010 REUTERS/Enrique Marcarian</p>