Zagallo diz que jogo com Portugal serve para Dunga fazer testes

quinta-feira, 24 de junho de 2010 19:12 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO (Reuters) - Com a seleção brasileira já classificada para a próxima fase da Copa da África do Sul e jogando apenas para definir sua posição no Grupo G, o jogo com Portugal na sexta-feira será um importante laboratório para o técnico Dunga testar as opções que vem do banco de reservas, segundo o tetracampeão mundial Mario Jorge Zagallo.

Sem Kaká suspenso e com Elano contundido, o Brasil vai ter uma nova formação na Copa e, provavelmente, vai jogar com Daniel Alves e Julio Baptista no meio-campo.

Para Zagallo, a mudança forçada será importante para Dunga "conhecer" melhor suas alternativas.

"Quero ver o Brasil produzindo mais, mesmo sem Kaká e Elano. Isso vai ser importante; será um teste forçado que vai ser bom porque já estamos classificados e vai ajudar na conclusão do Dunga", disse Zagallo à Reuters.

"O Dunga pode até adotar uma outra formação para saber dentro da competição o que ele pode fazer realmente. Ele pode usar Ramirez e observar também o Nilmar", acrescentou Zagallo, destacando que a ausência de Kaká foi ruim para o jogador, que precisa atuar para recuperar a forma física e técnica prejudicada por uma contusão muscular.

Ele entende que a entrada de Nilmar poderia dar mais volume de jogo ao lateral Michel Bastos, que está muito isolado no setor esquerdo da seleção. "O Maicon sempre tem um companheiro. Com a entrada de Nilmar, o Robinho poderia ajudar mais o Michel, que não está mal, mas está sozinho", declarou o tetracampeão.

Segundo o ex-treinador da seleção, o Brasil começou muito mal o Mundial, ao vencer a Coreia do Norte por apenas 2 x 1, mas apresentou melhoras na vitória sobre a Costa do Marfim por 3 x 1.

"O Brasil vem querendo melhorar na Copa e vamos ver como vamos nos comportar contra Portugal com dois desfalques. Estamos progredindo, mas precisamos de mais", disse ele, completando que aposta numa vitória brasileira por 2 x 1.   Continuação...