Torcedor que invadiu vestiário inglês pode ser julgado na 4a

sexta-feira, 25 de junho de 2010 11:52 BRT
 

Por Wendell Roelf

CIDADE DO CABO (Reuters) - O torcedor inglês Pavlos Joseph, preso por invasão após entrar no vestiário da Inglaterra depois de uma partida da Copa do Mundo, irá saber na próxima quarta-feira se enfrentará um julgamento criminal ou não.

O homem de 32 anos driblou a segurança e adentrou as instalações após o empate sem gols da seleção inglesa com a Argélia, despertando temores sobre a segurança no torneio.

David Beckham, ex-capitão inglês, disse que o torcedor, preso no domingo, não comentou o desempenho do time e simplesmente disse "olá" antes de se retirar.

A Corte de Magistratura da Cidade do Cabo foi informada de que a defesa de Joseph entrará com representações que determinarão se o caso deve ou não ser levado adiante.

O juiz Aziz Hamied remarcou a audiência para 30 de junho, dizendo que se a acusação não for retirada, Joseph se pronunciará e o julgamento terá início.

Relaxado, Joseph compareceu à corte e obteve uma extensão de sua fiança de 500 rand (65,58 dólares). Ele foi proibido de comparecer a outros jogos do Mundial.

 
<p>Torcedor ingl&ecirc;s Pavlos Joseph (centro) deixa tribunal na Cidade do Cabo. O torcedor, preso por invas&atilde;o do vesti&aacute;rio da sele&ccedil;&atilde;o inglesa ap&oacute;s uma partida da Copa do Mundo, saber&aacute; na pr&oacute;xima quarta-feira se enfrentar&aacute; um julgamento criminal ou n&atilde;o. 21/06/2010 REUTERS/Stringer</p>