Atacante Kennedy culpa técnico australiano após eliminação

sexta-feira, 25 de junho de 2010 12:28 BRT
 

SYDNEY (Reuters) - O atacante australiano Josh Kennedy disse que o técnico holandês Pim Verbeek errou a tática na Copa do Mundo ao chegar em casa após a eliminação.

Ele acrescentou estar chocado por ter sido deixado de fora da seleção na derrota de 4 x 0 para a Alemanha na partida de estreia no Grupo D.

"Com certeza eu esperava jogar, mas não foi o que aconteceu", disse Kennedy aos repórteres no Aeroporto de Sydney nesta sexta-feira.

"Perdemos de 4 x 0, então é óbvio que a tática para aquele jogo não funcionou".

Os australianos foram eliminados do Mundial pelo saldo de gols, apesar de um empate em 1 x 1 com Gana e uma vitória convincente de 2 x 1 sobre a Sérvia na sequência.

Kennedy saiu do banco contra Gana e foi escalado na surpreendente vitória sobre os sérvios.

"Eu na frente com Timmy (Cahill) atrás sempre funcionou", disse o atacante, que atua no futebol japonês. "Ele ou eu sempre marcamos gols quando jogamos juntos".

"Às vezes não é o futebol mais lindo do mundo, mas funciona. Mostramos que funcionou contra a Sérvia".

Cahill insistiu em dizer que a Austrália pode sair de cabeça erguida depois que Gana e Alemanha passaram para as oitavas de final.   Continuação...

 
<p>Michael Beauchamp (esq) e Josh Kennedy da sele&ccedil;&atilde;o australiana acenam aos f&atilde;s ap&oacute;s vit&oacute;ria contra a S&eacute;rvia. O atacante australiano Josh Kennedy disse que o t&eacute;cnico holand&ecirc;s Pim Verbeek errou a t&aacute;tica na Copa do Mundo ao chegar em casa ap&oacute;s a elimina&ccedil;&atilde;o. 23/06/2010 REUTERS/Howard Burditt</p>