25 de Junho de 2010 / às 16:02 / 7 anos atrás

Brasil e Portugal ficam no 0 x 0 e se classificam

<p>Cristiano Ronaldo de Portugal e L&uacute;cio da sele&ccedil;&atilde;o brasileira disputam durante jogo pelo Grupo G da Copa do Mundo. Com o empate de 0 x 0, as duas equipes est&atilde;o classificadas para as oitavas de final.Jose Manuel Ribeiro</p>

Por Pedro Fonseca

DURBAN (Reuters) - Brasil e Portugal levaram quase tantos cartões amarelos quanto deram chutes no gol em um jogo com os ânimos bastante exaltados, nesta sexta-feira, em que o empate de 0 x 0 classificou os brasileiros em primeiro lugar do grupo e também deu aos portugueses uma vaga nas oitavas de final.

Sete cartões amarelos foram mostrados, três para o Brasil e quatro para Portugal, e 29 faltas cometidas de ambas as partes, enquanto apenas oito chutes, cinco do Brasil e três de Portugal, tiveram a direção correta do gol.

Autor de uma das entradas mais duras do jogo - uma trombada de frente no luso-brasileiro Pepe -- o volante Felipe Melo foi substituído por Josué ainda no primeiro tempo, aos 44 minutos. Depois do jogo, o técnico Dunga disse que o substituiu porque o volante sofreu uma torção e não para evitar sua expulsão.

Além de Melo, também foram advertidos pelo árbitro mexicano Benito Archundia Luís Fabiano e Juan, o zagueiro por ter cortado com o braço um lançamento que deixaria Cristiano Ronaldo em boas condições de marcar.

Do lado de Portugal, os amarelos foram para Duda, Tiago, Fabio Coentrão e Pepe, este após uma entrada em Felipe Melo.

"Foi um jogo difícil, a equipe deles ficou atrás...foi duro até o final, com muitas faltas, um jogo truncado", disse Dunga em entrevista coletiva.

Questionado por que o primeiro tempo teve tantos lances duros, o técnico português, Carlos Queiroz, respondeu: "Tem que perguntar ao Brasil, não a nós".

Dunga rebateu: "Eu devolvo a pergunta para ele, porque o Brasil já estava classificado. Se você olhar os cartões amarelos já explica tudo".

SEM ROBINHO

Com três mudanças em relação ao time que venceu Coreia do Norte e Costa do Marfim - Julio Baptista no lugar de Kaká (suspenso), Daniel Alves na vaga de Elano (lesionado) e Nilmar no lugar de Robinho (poupado por causa de uma dor muscular) -- a seleção brasileira teve um primeiro tempo melhor que os rivais e chegou a acertar a trave, mas viu os portugueses chegarem mais perto do gol na etapa final.

Após uma arrancada de Cristiano Ronaldo, que conduziu a bola sozinho até a grande área brasileira, Lúcio cortou mal a jogada e a bola sobrou para Raul Meireles na pequena área, mas o meio-campista, pressionado pelo goleiro Julio César, mandou para fora, aos 15 minutos.

Do lado brasileiro, Nilmar acertou o travessão na principal oportunidade de gol, aos 30 minutos do primeiro tempo. Após um cruzamento da direita de Luís Fabiano, a defesa portuguesa apenas observou a bola cruzar a extensão da área, até Nilmar bater de primeira com o pé esquerdo. O goleiro Eduardo salvou no reflexo e a bola ainda tocou no travessão antes de ser afastada pela zaga.

Luís Fabiano também teve uma boa oportunidade de abrir o marcador, nove minutos depois, mas, apesar de ter vencido a marcação de dois adversários, sua cabeçada de dentro da pequena área foi para fora.

Ovacionado pelos torcedores portugueses e vaiado pelos brasileiros, Cristiano Ronaldo teve uma atuação regular, porém acabou sendo eleito o melhor do jogo. O atacante do Real Madrid só acertou uma finalização na direção do gol brasileiro, defendido com facilidade pelo goleiro, mas criou a jogada que quase resultou num gol de Portugal.

Em três cobranças de falta de longe, a torcida portuguesa no estádio Moses Mabhida se animou, mas Cristiano Ronaldo não acertou o pé e mandou todas para fora.

Para o Brasil, que já estava classificado com antecedência para as oitavas de final após vencer Coreia do Norte (2 x 1) e Costa do Marfim (3 x 1), o empate significou a primeira posição do Grupo G, com 7 pontos, dois à frente de Portugal. A Costa do Marfim terminou em terceiro, com 4 pontos, e a Coreia do Norte, sem nenhum.

Brasil e Portugal vão conhecer seus adversários na próxima fase ainda nesta sexta-feira, quando serão definidos os classificados do Grupo H, formado por Espanha, Suíça, Chile e Honduras.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below