26 de Junho de 2010 / às 15:52 / 7 anos atrás

Dois gols de Suárez classificam Uruguai às quartas-de-final

<p>Suarez comemora o segundo gol uruguaio. O atacante Luis Su&aacute;rez marcou duas vezes e deu ao Uruguai a vit&oacute;ria por 2 x 1 sobre a Coreia do Sul neste s&aacute;bado, resultado que classifica a equipe sul-americana para as quartas de final da Copa do Mundo e elimina o time asi&aacute;tico.26/06/2010.REUTERS/Yves Herman</p>

Por Martin Petty

PORT ELIZABETH (Reuters) - Luis Suárez marcou um gol em cada tempo de jogo e garantiu a vitória do Uruguai por 2 x 1 sobre a Coreia do Sul, neste sábado, classificando sua seleção para as quartas-de-final da Copa do Mundo pela primeira vez em 40 anos.

Suárez balançou a rede aos oito minutos do primeiro tempo e aos 35 do segundo de uma partida que parecia seguir para a prorrogação e acabou com os sonhos dos sul-coreanos de ficar entre as oito melhores seleções do mundo pela primeira vez em solo estrangeiro.

“Este é o momento com o qual sempre sonhei. Um momento que não pode ser repetido”, disse Suárez.

“Como jogador de futebol, você sempre quer que as coisas deem certo, ainda mais em uma Copa do Mundo”, acrescentou ele.

Park Chu-young quase abriu o placar em um início brilhante de partida da Coreia, quando sua cobrança de falta cheia de efeito de 20 metros, aos cinco minutos de jogo, assustou o goleiro, já batido.

No entanto, minutos depois, o Uruguai tomou a liderança quando Suárez tirou proveito dos defeitos da defesa coreana.

Edinson Cavani, com precisão, deu passe longo para Diego Forlán, cujo cruzamento rasteiro passou pela sonolenta defesa sul-coreana para encontrar Suárez livre, que tocou tranquilamente para o gol vazio.

A Coreia do Sul reagiu e criou a maioria das chances de gol, particularmente depois do intervalo. Eles chegaram perto de marcar com Kim Kae-sung, Park Chu-young e, aos 15 minutos do segundo tempo, Park Ji-sung cabeceou e obrigou o goleiro Fernando Muslera a fazer uma boa defesa.

A pressão finalmente surtiu efeito aos 23 minutos, quando Lee Chung-yong completou de cabeça uma cobrança de falta.

A comemoração sul-coreana, no entanto, durou pouco. A dez minutos do final, Suárez recuperou uma bola perdida e chutou no canto com maestria.

Ainda havia tempo para os sul-coreanos quase empatarem, quando o chute de Lee Dong-guk passou entre as pernas do goleiro, mas faltou força para cruzar a linha do gol e a bola foi tirada da área em segurança.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below