Chile mostra confiança em mudar a história contra o Brasil

sábado, 26 de junho de 2010 18:52 BRT
 

Por Nicolás Navarrete

NELSPRUIT, África do Sul (Reuters) - O Chile pode mudar sua história de derrotas para o Brasil nas oitavas de final do Mundial da África do Sul, mostrando que sob o comando de Marcelo Bielsa joga um futebol de caráter, disse, neste domingo, o defensor Pablo Contreras.

A seleção chilena se classificou em segundo no Grupo H depois de perder por 2 x 1 para a Espanha e vencer Honduras e Suíça por 1 x 0 na primeira fase, apresentando um futebol de ataque ousado, prejudicado pela falta preocupante de definição diante do gol.

"O Brasil é o franco favorito, mas, merecidamente, ganhamos respeito nos últimos três anos. Esperamos estar à altura das circunstâncias e poder fazer uma grande partida", disse o jogador, referindo-se à substancial melhora dos chilenos desde que o argentino Bielsa assumiu o cargo de técnico em 2007.

Por outro lado, a estatística reflete um contundente domínio brasileiro em seus confrontos com o Chile: das 65 partidas jogadas, os chilenos só venceram sete e empataram 12; levaram 152 gols e marcaram 55.

Na Copa do Mundo, o Chile perdeu os dois jogos em que enfrentou os pentacampeões.

Mas os jogadores de Bielsa confiam em sua boa forma e esperam vencer as probabilidades.

"Esta seleção demonstrou caráter e coisas que outras seleções chilenas não podiam fazer. Acredito que podemos fazer história na próxima segunda", disse Contreras, que pode ser o titular em Ellis Park, em Johanesburgo, por causa da suspensão de Waldo Ponce.

A última vez que os sul-americanos chegaram à oitavas foi no Mundial da França, em 1998, quando foram eliminados justamente pelo Brasil com um contundente 4 x 1.   Continuação...