27 de Junho de 2010 / às 14:06 / 7 anos atrás

Vettel vence GP da Europa; líder Hamilton chega em 2o

<p>Vettel comemora vit&oacute;ria. O piloto da Red Bull Sebastian Vettel venceu o Grande Pr&ecirc;mio da Europa neste domingo, enquanto Lewis Hamilton, da McLaren, ficou em segundo pelo terceiro ano consecutivo e conseguiu aumentar a sua vantagem na lideran&ccedil;a do campeonato.27/06/2010.Juan Medina</p>

Por Alan Baldwin

VALÊNCIA, Espanha (Reuters) - O piloto da Red Bull Sebastian Vettel venceu o Grande Prêmio da Europa neste domingo, enquanto Lewis Hamilton, da McLaren, ficou em segundo pelo terceiro ano consecutivo e conseguiu aumentar a sua vantagem na liderança do campeonato.

O atual campeão Jenson Button, também da McLaren, terminou em terceiro em uma tarde repleta de incidentes, controvérsias e incertezas no circuito de rua de Valência que ofereceu poucas emoções no passado.

Rubens Barrichello terminou em quarto lugar, sua melhor colocação com a Williams.

Hamilton, que começou o dia com distância de apenas três pontos para o seu companheiro de equipe, agora tem 127 pontos para 121 de Button após nove corridas, seguido por Vettel com 115 após sua segunda vitória na temporada.

Ainda que Vettel tenha se recolocado na disputa pela competição ao liderar de ponta a ponta, a maior emoção foi motivada pelo seu companheiro de equipe Mark Webber, que saiu ileso de uma perigosa batida.

O carro do australiano foi lançado verticalmente ao ar após bater na Lotus de Heikki Kovalainen. O carro da Red Bull rodou no ar e aterrissou de cabeça para baixo.

"A Fórmula 1 teve um dos seus dias de maior sorte. Aquilo poderia ter sido um acidente muito, mas muito ruim", disse David Coulthard, antigo piloto da Red Bull e agora comentarista pela BBC.

O safety car entrou na prova e permaneceu por quatro voltas após o acidente de Webber, mas Hamilton o ultrapassou na saída dos boxes e foi penalizado.

A ação irritou Fernando Alonso, da Ferrari, que ficou atrás do safety car. Ainda assim, Hamilton construiu margem suficiente para - mesmo após a penalidade - manter a sua posição.

BATALHA EMOCIONANTE

A penalização, na volta 27 da prova com 57 voltas, conseguiu tirar a pressão do que seria uma batalha emocionante na frente com Hamilton buscando a sua terceira vitória consecutiva.

Alonso, que terminou em novo na frente da sua torcida, pode rir por último já que nove pilotos - incluindo Button - estão sob investigação pelos executivos de prova por dirigirem muito rápido enquanto o safety car estava no circuito.

Barrichello, vencedor do ano passado pela Brawn GP e também investigado, terminou em quarto e o polonês da Renault Robert Kubica em quinto.

O alemão Adrian Sutil foi o sexto para a Force India e ficou à frente do calouro da Sauber Kamui Kobayashi, que completou todas menos as últimas quatro voltas com um único jogo de pneus e chegou a ser terceiro.

O japonês passou Alonso na última volta e Sebastien Buemi, da Toro Rosso, na última curva. O espanhol Pedro de la Rosa pontuou para a Sauber ao terminar em décimo. O campeão por sete vezes da modalidade Michael Schumacher terminou em 16o pela Mercedes.

Felipe Massa, da Ferrari, ficou na 14a posição, Lucas Di Grassi foi 17o e Bruno Senna 20o.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below