27 de Junho de 2010 / às 19:57 / em 7 anos

Webber escapa ileso de acidente espetacular em Valência

Por Alan Baldwin

VALÊNCIA, Espanha (Reuters) - Mark Webber saiu ileso no domingo após uma colisão espetacular no Grande Prêmio da Europa que lembrou quão perigosa a Fórmula 1 pode ser e como os carros da modalidade se tornaram mais seguros.

O australiano forneceu drama para a tarde quando o seu carro da Red Bull bateu na traseira da Lotus de Heikki Kovalainen e decolou verticalmente antes de virar de cabeça para baixo e aterrissar. O carro ainda virou mais uma vez, com uma roda dianteira balançando em frangalhos, e só parou na barreira de pneus.

“O automobilismo teve um dos seus dias de maior sorte. Aquilo poderia ter sido um acidente muito, mas muito ruim”, disse David Coulthard, ex-companheiro de equipe de Webber.

O australiano, de volta ao boxe para participar da foto da equipe com o vencedor da corrida Sebastian Vettel, quase não mostrou emoção quando falou sobre o acidente com os repórteres.

“Eu estava preocupado com pontes ou coisas que eu poderia atingir no ar. Eu sabia que estava bem alto”, disse o piloto, que venceu duas corridas na temporada.

“O carro, graças a Deus, era muito protegido”, afirmou o piloto de 33 anos, acrescentando que a colisão lembrou os giros no ar que ele deu enquanto dirigia um carro esporte da Mercedes em Le Mans em 1999.

“Estou bem. Acabei perdendo pontos, mas quando você está voando no ar, não está preocupado com pontos”, disse. “Esse foi o chassis que eu usei em Mônaco e em Barcelona e que me garantiu várias pole positions, então ele foi bom para mim. Eu sigo sempre positivo, vamos seguir em frente, estamos na metade do campeonato.”

ESPORTE PERIGOSO

O australiano começou na primeira fila ao lado do companheiro de equipe Sebastian Vettel, mas uma largada ruim o deixou na nona posição no final da primeira volta.

Webber disse que Kovalainen passou sinais confusos e então brecou muito antes do que ele esperava, mas o diretor técnico da Lotus Mike Gascoyne disse que o australiano só devia culpar a si mesmo.

“É responsabilidade do piloto fazer a ultrapassagem de maneira segura. Ele não fez isso, claramente”, disse o dirigente à Reuters.

Vettel, que bateu no carro de Webber na Turquia quando os dois pilotos corriam para uma dobradinha, disse que pediu à equipe pelo rádio por informações sobre o colega e ficou aliviado em saber que ele não ficou ferido.

“Automobilismo é perigoso”, ele lembrou aos repórteres. “Está escrito em todo ingresso, há sempre algum risco. Eu acho que mostra como alta velocidade é e o que pode acontecer. Então, você nunca pode perder o respeito por isso.”

O piloto da McLaren Lewis Hamilton acrescentou: “Realmente mostra o quão seguro e como foi bem feito o trabalho pela FIA e pela Fórmula 1 para melhorar a segurança.”

Seu companheiro de equipe e atual campeão mundial Jenson Button, terceiro no domingo, disse que foi um acidente gigantesco. “Eu acho que mostra quão perigosos os acidentes podem ser e como nós podemos sair ilesos”, comentou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below