27 de Junho de 2010 / às 20:47 / 7 anos atrás

Capello culpa árbitro e conversará com federação sobre futuro

Por Mike Collett

BLOEMFONTEIN (Reuters) - Fabio Capello vai conversar com a Federação Inglesa de Futebol (FA, da sigla em inglês) para saber se a organização ainda o quer como técnico da Inglaterra depois da eliminação do time da Copa do Mundo após uma campanha ruim.

O treinador italiano de 64 anos disse em coletiva de imprensa após a goleada de 4 x 1 para a Alemanha - uma derrota recorde do país no torneio - que não tinha nenhuma intenção em se demitir da posição que assumiu em janeiro de 2008.

Parecendo um tanto chocado, ele respondeu: "Eu tenho tempo para decidir. Eu tenho que conversar com o chairman. Não estou pensando em deixar o cargo."

Quando questionado se queria que a FA desse garantias de que ele ainda era o homem certo para a função, ele respondeu: "Sim".

Menos de um mês atrás, a FA confirmou que o Capello continuaria como técnico da Inglaterra até a Eurocopa 2012 na Polônia e Ucrânia e a entidade se disse feliz que o italiano comprometeu o seu futuro após transformar o time que não conseguiu se qualificar para a Eurocopa de 2008.

O time venceu nove de 10 partidas nas eliminatórias da Copa do Mundo para ficar líder do grupo e jogou muito bem na maioria das partidas.

Agora, Capello tem 28 partidas como técnico, 19 delas com vitórias e apenas cinco derrotas - mas o desempenho da equipe contra os Estados Unidos, Argélia e Eslovênia na fase de grupos foi muito ruim e a apresentação contra a Alemanha foi motivo de frustração para o time que chegou como favorito para esse torneio.

SEM SORTE

Não há dúvidas que a Inglaterra não teve sorte quando um chute de Frank Lampard aos 38 minutos do primeiro tempo bateu na trave superior e bateu dentro do gol, sendo anulado pela arbitragem. Se aquele gol tivesse sido validado, o time viraria o tempo com o empate por 2 x 2 que faria uma partida diferente.

Capello culpou o árbitro uruguaio Jorge Larrionda pelo erro. "O mais importante foi o 2 x 2. Nós marcamos, foi incrível, nós jogamos com cinco árbitros e eles não conseguiram decidir se foi gol ou não", disse.

"O jogo seria diferente depois desse gol, após esse momento a Alemanha jogou no contra-ataque e eles jogaram bem. Eu acredito que foi um erro do árbitro auxiliar (Pablo Fandino) e também do árbitro. Do banco, eu consegui ver que a bola entrou. Estou certo que foi um grande erro do árbitro", comentou.

Capello agora tem tempo para refletir sobre o seu futuro e aceitar o fracasso da Inglaterra antes da campanha para se classificar para a Eurocopa 2012 que começa em setembro.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below