Robben volta em grande estilo e ajuda Holanda a avançar

segunda-feira, 28 de junho de 2010 16:31 BRT
 

Por Theo Ruizenaar

DURBAN (Reuters) - O meia-atacante Arjen Robben só precisou de 18 minutos contra a Eslováquia nesta segunda-feira para ressaltar que suas qualidades dão à Holanda exatamente o que lhe faltava durante a fase de grupos da Copa do Mundo.

Um longo e belo passe de Wesley Sneijder lançou Robben pelo flanco direito, onde o canhoto cortou caminho entre dois zagueiros eslovacos e abriu o placar para os holandeses.

O gol animou a Holanda a alcançar a vitória de 2 x 1 que lhe deu uma vaga nas quartas de final na sexta-feira em Port Elizabeth, sua primeira desde 1998, quando a equipe terminou na quarta colocação.

"Acho que marquei alguns gols assim, sou canhoto e jogo do lado direito. Boa parte do tempo eu corto por dentro e procuro chutar", disse ele em coletiva de imprensa.

"HORA CERTA"

"Esperei a hora certa, esperei um passe na minha direção e penetrei na área, e aí tive a liberdade de chutar".

Robben, 26 anos e já em seu quarto grande torneio, se esforçou muito para compensar a confiança que o técnico Bert van Marwijk depositou em seu futebol depois que ele se contundiu seis dias antes do início do Mundial.

Robben não se juntou ao time a caminho da África do Sul, mas iniciou sua recuperação em Roterdã e partiu uma semana depois, estreando contra os Camarões na última quinta-feira, quando um chute seu no travessão criou a oportunidade do gol de Klaas-Jan Huntelaar.

Com Rafael van der Vaart contundido, Van Marwijk arriscou escalar Robben e soube que fez a escolha certa aos 18 minutos de jogo.

"Se você pensar só na contusão, é um grande momento, porque é uma disparada e tanto e você precisa de explosão. No geral me senti muito livre neste jogo, mas também sei que ainda não estou no meu melhor nível", disse ele.

 
<p>Meia-atacante Arjen Robben, da Holanda, aplaude ao ser substitu&iacute;do em partida contra a Eslov&aacute;quia, pelas oitavas de final da Copa . REUTERS/Michael Kooren</p>