Irã diz que seus inimigos mereceram eliminação na Copa

terça-feira, 29 de junho de 2010 13:09 BRT
 

TEERÃ (Reuters) - A eliminação de Inglaterra, França e Estados Unidos da Copa do Mundo foi uma recompensa merecida por maltratarem o Irã, disse o chanceler da República Islâmica nesta terça-feira.

O Irã não se classificou para o Mundial na África do Sul, mas os torcedores estão grudados às TVs pois o futebol é o esporte mais popular no país.

Se os Estados Unidos -- com frequência classificado como "o grande Satã" pelos líderes iranianos -- nunca foram favoritos no torneio, a eliminação de Inglaterra e França foi um golpe duro nos torcedores de seus respectivos países.

Manouchehr Mottaki, ministro das Relações Exteriores iraniano, disse que todos tiveram o que mereciam depois de apoiar uma nova rodada de sanções na ONU contra o Irã por conta de seu programa nuclear, que o Ocidente teme ter como objetivo uma bomba atômica, o que Teerã nega.

"O que testemunhamos hoje na arena política internacional se manifestou igualmente na 19a. Copa do Mundo", afirmou Mottaki segundo a agência de notícias estatal Irna.

"Esses países, que tiveram papel-chave na imposição de novas sanções contra o Irã, foram todos eliminados nas fases preliminares", declarou.

O Brasil, que votou contra as sanções, é um dos favoritos a conquistar o Mundial após chegar às quartas de final com uma vitória convincente de 3 x 0 sobre o Chile na segunda-feira.

O Irã disputou a última Copa na Alemanha quatro anos atrás, mas terminou na lanterna de seu grupo.

Em 1998, a seleção iraniana fez história ao derrotar os Estados Unidos por 2 x 1, embora nenhum dos times tenha progredido na competição.

(Reportagem de Hossein Jaseb e Ramin Mostafavi)

 
<p>Ministro de Rela&ccedil;&otilde;es Exteriores do Ir&atilde;, Manouchehr Mottaki, fala em coletiva de imprensa em Teer&atilde;. Segundo ele, a elimina&ccedil;&atilde;o de Inglaterra, Fran&ccedil;a e EUA da Copa do Mundo foi uma recompensa merecida por maltratarem o Ir&atilde;. 29/06/2010 REUTERS/Raheb Homavandi</p>