Meia alemão Schweinsteiger alerta contra provocações argentinas

quarta-feira, 30 de junho de 2010 11:29 BRT
 

Por Karolos Grohmann

ERASMIA, África do Sul (Reuters) - A Alemanha deve tomar cuidado com as tentativas argentinas de provocar seu time na partida de quartas de final de sábado, disse o meio-campista alemão Bastian Schweinsteiger nesta quarta-feira.

Schweinsteiger afirmou que os jogadores argentinos tentarão desestabilizar os alemães e exortou seus colegas de equipe a não aceitar nenhuma provocação.

"Começa antes da partida", declarou Schweinsteiger, membro da equipe que derrotou a Argentina nos pênaltis quatro anos atrás para chegar à semifinal do Mundial em solo alemão.

"Se você reparar como eles gesticulam, como tentam influenciar o árbitro, isso não é parte do jogo. É uma falta de respeito. Eles são assim mesmo", disse o jogador de 26 anos.

Vários jogadores e técnicos das duas seleções se atracaram logo após a vitória alemã em 2006, em um incidente que ofuscou brevemente a alegria dos anfitriões por disputar a semifinal.

Alemanha e Argentina se enfrentaram outras duas vezes em finais da Copa do Mundo, com uma vitória alemã em 1990 e um triunfo argentino quatro anos antes.

"Não devemos nos deixar provocar", afirmou Schweinsteiger. "Espero que o árbitro perceba quem está provocando quem. Vimos isso de novo no intervalo da partida deles contra o México."

Houve uma troca de palavras acalorada entre os bancos de Argentina e México no jogo das oitavas de final depois que o árbitro italiano Roberto Rosetti validou um gol impedido de Carlos Tevez, que abriu o placar da vitória argentina de 3 x 1.

"Este comportamento mostra seu caráter e mentalidade", disse Schweinsteiger.

 
<p>O alem&atilde;o Bastian Schweinsteiger durante coletiva de imprensa em Pret&oacute;ria. O meio-campista disse que a Alemanha deve tomar cuidado com as tentativas argentinas de provocar seu time na partida de quartas de final de s&aacute;bado. 30/06/2010 REUTERS/Ina Fassbender</p>