Astros eliminados da Copa permanecem nos pôsteres - e só neles

quarta-feira, 30 de junho de 2010 11:55 BRT
 

Por Mike Collett

JOHANESBURGO (Reuters) - Imagens de Wayne Rooney, Cristiano Ronaldo e Samuel Eto'o ainda tremulam em pôsteres por toda a África do Sul -- infelizmente para eles, seu único envolvimento nas quartas de final da Copa do Mundo.

Ao lado de nomes como Didier Drogba da Costa do Marfim, Lionel Messi da Argentina e Fernando Torres da Espanha, eles deveriam marcar gols, liderar pelo exemplo e mostrar serem os melhores do mundo.

Mas não foi bem assim.

Messi, que vem fazendo um excelente torneio mesmo sem balançar a rede adversária, e Torres, inexpressivo em campo e também sem gols marcados, ainda estão na competição e enfrentarão Alemanha e Paraguai respectivamente pelas quartas de final.

Eles ainda têm tempo de deixar sua marca no Mundial, mas o tempo se esgotou para Rooney e Ronaldo pelos próximos quatro anos, e talvez definitivamente para Drogba, que terá 36 anos em 2014, e Eto'o, que fará 33 anos.

Rooney sem dúvida teve a pior Copa de todos eles.

Contrariando as expectativas, ele não se mostrou em forma nem conduziu a seleção inglesa, jogando sem sorrir e fazendo uma campanha sofrível, apesar de quase ter marcado um gol na Eslovênia.

Seu ex-colega de Manchester United e jogador mais caro do mundo, Cristiano Ronaldo poucas vezes foi mais do que medíocre em campo.   Continuação...