CURTAS-Romário será astro de lançamento da logomarca Copa-2014

quarta-feira, 30 de junho de 2010 14:59 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - O ex-atacante Romário vai participar do lançamento da logomarca da Copa do Mundo de 2014 que será realizada no Brasil, em evento de gala no dia 8 de julho, em Johanesburgo, com presença esperada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O ex-jogador da seleção brasileira estará ao lado do presidente da Fifa, Joseph Blatter, e do presidente da CBF e do comitê organizador do Mundial, Ricardo Teixeira, na cerimônia que acontecerá em um centro de convenções da cidade sul-africana três dias antes da final da Copa do Mundo.

Lula, que tem presença confirmada na decisão do Mundial como presidente do próximo país-sede da competição, também deve comparecer ao lançamento da logomarca, que marcará o início da contagem regressiva oficial da Fifa para a Copa do Mundo do Brasil.

Pelé é outra celebridade do futebol esperada para a cerimônia, mas sua participação ainda não está confirmada.

Em março deste ano, a Fifa registrou a logomarca da Copa de 2014 no escritório de patentes da União Europeia. No desenho, várias mãos se unem formando a taça da Copa do Mundo.

CLIMA DE TENSÃO

Um clima de tensão tomou conta da imensa sala de entrevistas coletivas da seleção brasileira no hotel onde está concentrada a equipe quando o assessor de imprensa da CBF, Rodrigo Paiva, informou que o meia Elano e o médico José Luis Runco iriam anunciar o motivo de estarem ali.

Visivelmente abatido e com os olhos marejados, o jogador começou a explicar que a lesão sofrida contra a Costa do Marfim logo no segundo jogo do Brasil na Copa era mais grave do que se imaginava inicialmente, e por alguns instantes deu a entender que seria cortado da equipe para o restante do Mundial.

Quando Runco assumiu a palavra, no entanto, tratou de negar rapidamente que o jogador seria excluído da equipe. Segundo Runco, o prazo de recuperação de Elano, que tem um edema ósseo no tornozelo direto, pode chegar a um mês, o que de fato significa que ele dificilmente voltará a jogar na competição.   Continuação...

 
<p>Juan &eacute; considerado ao lado de L&uacute;cio a melhor dupla de zagueiros da Copa. REUTERS/Paulo Whitaker</p>