Gana precisa parar uruguaios Forlán e Suárez para seguir na Copa

quinta-feira, 1 de julho de 2010 11:55 BRT
 

Por Mark Gleeson

JOHANESBURGO (Reuters) - O sonho de Gana de se tornar a primeira seleção africana a alcançar uma semifinal de Copa do Mundo dependerá de sua capacidade para conter a formidável dupla que levou a Uruguai às quartas de final.

Os ganenses carregam as esperanças do continente, mas contra as expectativas pesa a necessidade de segurar Diego Forlán e Luis Suárez quando os times se enfrentarem na sexta-feira em Johanesburgo.

A dupla marcou cinco gols na melhor campanha do Uruguai em 40 anos, se classificando como líder de seu grupo e derrotando a Coreia do Sul nas oitavas de final.

Como única das seis seleções africanas a sobreviver à fase de grupos, Gana vê depositada em si a confiança de todo o continente, que deseja ver renascida a empolgação que precedeu o Mundial.

"Foi muito importante para nós vencer, porque sabemos que os africanos têm orgulho de nós e estamos jogando em casa", disse o capitão John Mensah.

Mas o técnico Milovan Rajevac, talvez com medo de que a pressão afete seus jogadores, procurou suavizar as ambições africanas.

"Os jogadores se concentram no que acontece no campo. Não há outras pressões."

Com Dede Ayew e Jonathan Mensah suspensos, Rajevac fará duas alterações. Isacc Vorsah volta em boa hora ao centro da zaga no lugar de Mensah, e a posição de Ayew deve ser ocupada por Sulley Muntari, substituto promissor para os ganenses.

O técnico uruguaio Oscar Tabárez divulgou sua escalação na quarta-feira, com Mauricio Victorino no lugar do contundido Diego Godin na defesa e Alvaro Fernández adiante de Alvaro Pereira no meio-campo.

 
<p>O ganense John Mensah v&ecirc; orgulho africano por seu time. REUTERS/Marcos Brindicci (SOUTH AFRICA - Tags: SPORT SOCCER WORLD CUP)</p>