Novo técnico italiano, Prandelli quer Buffon como capitão

quinta-feira, 1 de julho de 2010 14:07 BRT
 

Por Mark Meadows

ROMA (Reuters) - Cesare Prandelli assumiu a seleção italiana nesta quinta-feira, depositando sua fé no goleiro Gianluigi Buffon como novo capitão e prometendo otimismo apesar da Copa do Mundo decepcionante.

Os atuais campeões do mundo foram eliminados na fase de grupos após uma chocante derrota de 3 x 2 para a Eslováquia, e pela primeira vez não venceram nenhuma partida no Mundial.

"É melhor pensar positivo. Existem problemas, mas quero começar otimista", disse Prandelli, ex-treinador da Fiorentina, em coletiva de imprensa após sua apresentação como sucessor de Marcello Lippi.

"Buffon é um exemplo. Espero lhe dar a faixa de capitão na Euro 2012. Pessoas como ele, tão apegadas à camisa, são o legado de Lippi".

O arqueiro só jogou metade de uma partida na Copa por causa de uma contusão séria nas costas, e ficará afastado por três meses. Daniele De Rossi deve liderar a Itália no amistoso de estreia de Prandelli contra a Costa do Marfim no dia 10 de agosto.

O ex-capitão Fabio Cannavaro e o meio-campista Gennaro Gattuso se aposentaram dos torneios internacionais após a eliminação da Itália na África do Sul, e Prandelli disse ser improvável convocar o meia-atacante Francesco Totti, também aposentado da seleção.

"Não estou pensando nele. Espero não ter uma emergência que me exija cogitá-lo", disse Prandelli, que foi anunciado como novo técnico antes da Copa e assinou um contrato de quatro anos.

O time careceu de criatividade sem Totti, e a mídia italiana clamou por uma nova chance para Antonio Cassano, jogador da Sampdoria recém-casado, ao lado do jovem atacante Mario Balotelli, da Inter de Milão.

"Não conheço Balotelli. O conselho que posso lhe dar é desfrutar tranquilamente sua profissão. Para mim Cassano agora parece muito calmo e maduro. As mulheres sabem colocar a vida na perspectiva correta", disse Prandelli.

 
<p>O novo t&eacute;cnico italiano Cesare Prandelli quer Buffon como capit&atilde;o. REUTERS/Giampiero Sposito (ITALY - Tags: SPORT SOCCER)</p>