Zagallo prega atenção com Robben e pede reforço na marcação

quinta-feira, 1 de julho de 2010 17:40 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Brasil precisa reforçar o sistema defensivo pelo lado esquerdo para parar o craque holandês Arjen Robben e não correr maiores riscos na partida contra a Holanda, na sexta-feira, pelas quartas de final da Copa da África do Sul, disse o tetracampeão Mario Jorge Lobo Zagallo.

Segundo Zagallo, Robben é a referência do time e um ponto de desequilíbrio na equipe holandesa.

Zagallo defende que o técnico Dunga oriente bem o lateral-esquerdo Michel Bastos e acha que deve haver uma ajuda permanente de um volante da seleção naquele setor.

"Tenho certeza que eles vão explorar as costas do Michel. Ali temos mais dificuldade. É preciso ter atenção total; aí pode ser uma jogada mortal com o Robben, que decide nos 30 metros finais", disse ele nesta quinta-feira.

"Não pode dar espaço para o Robben vir com a bola dominada... um volante tem que ter mais atenção ali. Não pode dar espaço vazio para o Robben", acrescentou.

O tetracampeão alertou ainda sobre as caídas do atacante Kuyt pelo lado direito da defesa e para as investidas do meia Snejider, da Inter de Milão.

"É uma equipe que joga bem, tem controle de bola, sai em velocidade e sabe jogar no contra-ataque. É uma equipe difícil e será um jogo difícil", avaliou o ex-treinador, que sugeriu toques rápidos para furar a defesa adversária.

Zagallo lembrou que contra a Eslováquia, uma seleção com características mais defensivas, os holandeses correram riscos nas oitavas de final, e os eslovacos perderam várias chances claras de gol.   Continuação...

 
<p>Arjen Robben, da Holanda, deve ser foco de aten&ccedil;&atilde;o especial do Brasil em jogo pelas quartas de final da Copa do Mundo, afirmou Zagallo. REUTERS/Michael Kooren</p>