Técnico destaca "cultura futebolística" do Uruguai

quinta-feira, 1 de julho de 2010 18:49 BRT
 

JOHANESBURGO (Reuters) - O Uruguai deve parte da sua boa campanha na Copa de 2010 ao legado deixado por seleções anteriores do país, que desenvolveram uma forte cultura futebolística que mantém o pequeno país sul-americano entre os mais importantes do mundo nessa área, disse na quinta-feira o treinador Oscar Tabárez.

Uruguai e Gana disputam às 15h30 de sexta-feira uma vaga na semifinal da Copa do Mundo, no estádio Soccer City, em Johanesburgo.

"O nosso é um país que esteve muito distanciado de triunfos nas fases finais dos Mundiais, mas nunca deixou de ser um dos países de maior cultura futebolística do mundo. Isso é quando o futebol é algo importante para todos, não só para quem gosta de futebol", disse Tabárez em entrevista coletiva.

O Uruguai foi campeão mundial em 1930 e 50, e desde 1970 não chegava a uma quarta de final de Copa. A "celeste" venceu três das quatro partidas neste torneio, provocando uma grande festa nesse país de fanáticos.

"A cultura futebolística se transmite de geração a geração. Por sorte a infância uruguaia joga muito futebol", disse Tabárez.

(Reportagem de Javier Leira)