Brasil leva virada da Holanda e repete fracasso na África do Sul

sexta-feira, 2 de julho de 2010 14:14 BRT
 

Por Pedro Fonseca

PORT ELIZABETH (Reuters) - O Brasil está fora da Copa do Mundo da África do Sul. Uma derrota de virada por 2 x 1 para a Holanda, nesta sexta-feira, significou a segunda eliminação consecutiva do país nas quartas de final de um Mundial.

O time brasileiro, comandado pelo técnico Dunga, mais uma vez é derrubado após conquistar títulos menores e falhar na hora decisiva, assim como a equipe de Carlos Alberto Parreira quatro anos atrás.

O volante Felipe Melo foi do céu ao inferno na partida, e sua expulsão aos 28 minutos do segundo tempo por uma agressão a Arjen Robben foi a imagem da eliminação brasileira. Depois de ter dado ótimo passe para Robinho abrir o marcador no começo do confronto, o jogador entrou em ruína ao fazer o gol contra que deu o empate à Holanda na etapa final e levou o cartão vermelho direto por um pisão no adversário.

Depois de um primeiro tempo em que foi superior em campo desde o princípio, e desperdiçou oportunidades de ampliar o marcador, o Brasil teve na etapa final sua pior atuação no Mundial. O meia Wesley Sneijder liderou a merecida vitória holandesa. Além de ter marcado o gol da vitória, saiu dele o chute que Felipe Melo desviou de cabeça para o próprio gol em uma jogada em que o volante se atrapalhou com o goleiro Julio César.

"Acho que nessas horas tem que saber reagir, o mundo não acaba...Acho que no segundo tempo eles mereceram o resultado. Acho que o primeiro gol deu um baque na equipe. Um lance que eu acabei ali com um pouco de dúvida com o Melo", disse o goleiro Julio César, emocionado, após o jogo.

Sneijder revelou que os holandeses voltaram focados para o segundo tempo. "No vestiário, todos dissemos uns aos outros 'vamos dar tudo' e foi o que fizemos. Lutamos uns pelos outros", afirmou o meia da Inter de Milão.

"No segundo tempo colocamos muita pressão na defesa deles e marcar duas vezes foi fantástico."

A derrota repete a campanha do Brasil na Copa do Mundo da Alemanha, há quatro anos, quando a equipe deu adeus também nas quartas de final ao perder por 1 x 0 para a França. Da mesma forma que o ciclo anterior, desta vez o Brasil era o atual campeão da Copa América e da Copa das Confederações.   Continuação...

 
<p>Kak&aacute; ap&oacute;s a elimina&ccedil;&atilde;o do Brasil nas quartas de final contra a Holanda. 02/07/2010 REUTERS/Paulo Whitaker</p>