"Vim para ficar quatro anos", diz Dunga após eliminação

sexta-feira, 2 de julho de 2010 13:40 BRT
 

PORT ELIZABETH (Reuters) - O técnico Dunga indicou nesta sexta-feira que deixa o comando da seleção brasileira após a eliminação para a Holanda nas quartas de

final da Copa do Mundo.

"Quanto ao meu futuro, desde que eu cheguei na seleção todo mundo sabia que seria quatro anos que eu iria ficar", disse o treinador em entrevista coletiva após a derrota por 2 x 1 para a Holanda, que eliminou o Brasil nas quartas de final do Mundial, mesma fase em que o Brasil caiu há quatro anos na Alemanha.

Bastante abatido e sem a agressividade que o marcou no contato com os jornalistas durante boa parte do Mundial, Dunga destacou as conquistas obtidas pelo time nos quase quatro que esteve à frente da equipe e exaltou o comprometimento de seus atletas.

Sob o comando de Dunga, o Brasil ganhou a Copa América 2007, a Copa das Confederações 2009 e terminou as eliminatórias em primeiro lugar.

A Holanda espera agora a partida entre Uruguai e Gana para saber quem enfrentará na semifinal do Mundial.

(Reportagem de Pedro Fonseca)

 
<p>T&eacute;cnico Dunga durante jogo de quartas de final contra a Holanda. Dunga indicou nesta sexta-feira que deixa o comando da sele&ccedil;&atilde;o brasileira ap&oacute;s a elimina&ccedil;&atilde;o para a Holanda nas quartas de final da Copa do Mundo. 02/07/2010 REUTERS/Paulo Whitaker</p>