July 2, 2010 / 8:26 PM / 7 years ago

Maradona e Loew reeditam antigo confronto entre suas seleções

3 Min, DE LEITURA

<p>T&eacute;cnicos argentino Diego Maradona (foto) e holand&ecirc;s Joachim Loew reeditar&atilde;o antigo confronto entre suas sele&ccedil;&otilde;es no s&aacute;bado.Marcos Brindicci</p>

Por Mitch Phillips

CIDADE DO CABO (Reuters) - Diego Maradona e Joachim Loew estavam em campos opostos quando Argentina e Alemanha se enfrentaram nas Copas de 1986 e 1990, e as partidas deixaram um sentimento profundo para ambos.

Os dois jogos foram os mais importantes do que se tornou uma das maiores rivalidades do futebol, cujo 19o. confronto acontece no sábado, quando as duas seleções lutam por uma vaga na semifinal do Mundial.

Atual técnico da Argentina, Maradona estava no auge em 1986, quando capitaneou a conquista da segunda Copa do Mundo para os argentinos e marcou cinco gols consecutivos culminando na eletrizante vitória por 3 x 2 sobre a ex-Alemanha Ocidental.

Algumas das imagens mais definitivas do esporte foram gravadas no gramado mexicano --como Maradona fazendo seu famoso gol com "a mão de Deus".

Em 1990, a Argentina abriu caminho até mais uma final contra os alemães, mas a esta altura estava fragilizada demais por suspensões de jogadores essenciais. A Alemanha tirou proveito e conseguiu uma vingança por 1 x 0 graças a um pênalti tardio convertido por Andreas Brehme contra um adversário privado de dois jogadores.

Para Loew, treinador da jovem seleção alemã de 2010 que penou para se impor como jogador nos anos 1980 e estreou como técnico em 1990, Maradona era tudo.

"Esses jogos têm uma longa história, mas naquele tempo Maradona teve uma fase de tamanha força e domínio que definiu uma era como nenhum outro jogador", disse Loew nesta sexta-feira.

"MÁGICO"

"Ele era mágico. Hipnotizou o mundo com sua criatividade. Em 1986 ele estava no auge e decidiu a Copa a favor da Argentina praticamente sozinho."

Loew viu bem mais de perto a atuação das duas seleções no Mundial seguinte, quando a Alemanha triunfou nos pênaltis em uma partida de quartas de final encerrada em 1 x 1 no tempo regulamentar em Berlim quatro anos atrás.

Como terminará o 19o confronto das duas potências é assunto para especulação --inclusive de um dos maiores interessados.

"Os dois times são capazes de derrotar o outro, sabemos que vai ser uma disputada acirrada", declarou Loew.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below