2 de Julho de 2010 / às 21:26 / em 7 anos

Uruguai vai à semifinal ao vencer Gana nos pênaltis

<p>Sebasti&aacute;n Abreu comemora ap&oacute;s bater a &uacute;ltima penalidade e classificar o Uruguai &agrave; semifinal da Copa do Mundo.Henry Romero</p>

Por Angus MacSwan

JOHANESBURGO (Reuters) - A seleção uruguaia se classificou para a semifinal da Copa do Mundo da África do Sul após derrotar Gana nos pênaltis por 4 x 2 nesta sexta-feira. O jogo terminou 1 x 1 e o time africano perdeu uma penalidade nos acréscimos da prorrogação.

Na disputa de pênaltis, o goleiro uruguaio Fernando Muslera defendeu as cobranças de John Mensah e Dominic Adiyah, enquanto só Maximiliano Pereira errou para o time sul-americano ao chutar por cima.

A penalidade decisiva foi batida por Sebastián Abreu com uma "cavadinha" que iludiu o goleiro ganense.

Com o resultado, o Uruguai, campeão em 1930 e 1950, se classifica entre os quatro melhores pela primeira vez em 40 anos e enfrentará na semifinal a Holanda, que derrotou o Brasil por 2 x 1, de virada, em Port Elizabeth mais cedo.

"Estamos muito empolgados. Esses garotos merecem tudo", disse o técnico do Uruguai, Oscar Tabárez.

Gana tentava tornar-se a primeira seleção africana a chegar à semifinal de uma Copa do Mundo e Sulley Muntari abriu o placar nos acréscimos do primeiro tempo com um chute de mais de 30 metros que pegou o goleiro uruguaio Muslera despreparado.

Logo aos 10 minutos da segunda etapa o atacante uruguaio Diego Forlán empatou numa cobrança de falta em que a bola fez uma curva antes de estufar as redes do time africano.

Num jogo com chances para os dois lados, o Uruguai dominou o começo da partida e tentava deixar os atacantes Forlán e Luis Suárez em condições de marcar.

Gana, apesar do enorme apoio africano no estádio, entregava fácil a bola para os rivais.

Ainda no primeiro tempo, Forlán deu um chute para fora e minutos depois Suárez teve uma finalização defendida pelo goleiro Richard Kingson.

Gana acordou e passou a ter chances também. Issac Vorsah quase marcou em um cabeceio mas a bola passou por cima. Asamoah Gyan foi outro que chegou perto do gol adversário, mas chutou para fora.

O Uruguai sofreu um duro golpe ao perder o zagueiro e capitão Diego Lugano, machucado e substituído por Andres Scotti.

Após o gol de Gana e o empate uruguaio, o técnico Tabárez colocou o atacante Abreu restando 14 minutos, mas o jogador do Botafogo não conseguiu desempatar o confronto.

Na prorrogação, o principal lance aconteceu já nos acréscimos. O atacante Suárez tirou com a mão o que seria o gol de Gana e acabou expulso. Gyan bateu o pênalti e acertou a trave.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below