Maradona defende jogadores e avalia saída da seleção

sábado, 3 de julho de 2010 14:44 BRT
 

CIDADE DO CABO (Reuters) - O treinador argentino Diego Maradona defendeu os jogadores de sua equipe diante da amarga derrota por 4 x 0, neste sábado, para a Alemanha e disse que pensará se vai permanecer no comando da seleção.

O polêmico Maradona, que passou de críticas a elogios depois que a seleção chegou invicta às quartas de final, defendeu o estilo ofensivo de sua equipe e garantiu que a eliminação da Copa como treinador é a maior tristeza de sua carreira futebolística.

"O resultado não é o que aconteceu no campo. Isso não me tira o orgulho que tenho de estar à frente destes jogadores ... não se cumpriu o sonho, mas se encontrou um caminho, um caminho de respeitar o futebol argentino", disse Maradona em entrevista coletiva.

O treinador mostrou-se sensibilizado e algumas de suas frases pareciam de despedida, mas evitou falar sobre sua continuidade na liderança da seleção argentina.

"Ainda não pensei, tenho que falar com minha família, com os jogadores. Há um monte de coisas", disse.

(Por Enrique Andrés Pretel)

 
<p>O treinador argentino Diego Maradona defendeu os jogadores de sua equipe diante da amarga derrota por 4 x 0, neste s&aacute;bado, para a Alemanha e disse que pensar&aacute; se vai permanecer no comando da sele&ccedil;&atilde;o. REUTERS/Dylan Martinez</p>