July 3, 2010 / 8:05 PM / 7 years ago

Alemanha atropela Argentina e chega às semifinais

4 Min, DE LEITURA

<p>Alem&atilde;o Miroslav Klose comemora gol marcado contra a Argentina em partida pelas quartas de final na Cidade do Cabo. Klose fez 2 dos 4 gols do jogo da sele&ccedil;&atilde;o alem&atilde;. 3/7/2010G.Kai Pfaffenbach</p>

Por Karolos Grohmann

CIDADE DO CABO (Reuters) - A Alemanha goleou a Argentina por 4 x 0 com uma brilhante exibição de futebol ofensivo no sábado para garantir seu lugar entre os quatro melhores da Copa do Mundo.

Dois gols do atacante Miroslav Klose em sua 100a partida pela seleção, juntamente com gols de Thomas Müeller e do zagueiro Arne Friedrich garantiram uma convincente vitória sobre uma Argentina sem nenhum brio.

"É insano bater a Argentina por 4 x 0. É difícil encontrar palavras para um resultado como esse", declarou Müeller a uma TV alemã após a partida. "Acho que a Alemanha está arrasando agora e essa é a maneira certa de celebrar isso."

O Melhor Jogador da Partida, Bastian Schweinsteiger acrescentou: "Arrepia ver como as pessoas estão comemorando na Alemanha."

"Devemos jogar com a Espanha a seguir - eles são o melhor time no mundo, na minha visão. Mas nós somos bons o bastante, acreditamos em nós mesmos."

O treinador alemão Joachim Loew afirmou que seu time fez "tudo quase perfeitamente", agradecendo à defesa por neutralizar o Melhor Jogador do Mundo pela FIFA, Lionel Messi.

"O que o time mostrou hoje em termos de vontade de vencer foi típico do que se espera de campeões, e além da ambição que eles demonstraram, a velocidade e a ofensividade que mostramos no segundo tempo foi pura classe", disse a repórteres.

"Fomos altamente disciplinados, mas estamos dispostos a mostrar um esforço extra."

INÍCIO DO SONHO

Alemanha teve um início de sonho quando o meio-campista Müeller marcou seu quarto gol no torneio, cabeceando após uma cobrança de falta em curva com apenas três minutos de jogo.

Ditando o ritmo no primeiro tempo, a Alemanha se recusou a recuar após a rápida abertura de placar, marcando sob pressão no campo da Argentina e chegando perto de marcar mais gols através de Sami Khedira e Klose.

A Alemanha, que bateu a Argentina nos pênaltis na mesma fase do torneio em 2006, gradualmente permitiu ao adversário avançar, respondendo com rápidos contra-ataques.

Os argentinos, com Messi quase sempre marcado por dois ou três defensores, tentou desesperadamente empatar com chutes de longa distância antes de Klose marcar o segundo da Alemanha aos 23 da etapa final, aproveitando um passe perfeito de Podolski que o deixou sozinho na frente para o gol.

Friedrich marcou o terceiro da Alemanha e o seu primeiro pela seleção, chutando a um metro do gol após o cruzamento de Schweinsteiger.

Klose completou a goleada com seu segundo gol aos 44 minutos, chutando de voleio após um cruzamento de Mesut Ozil, marcando o quarto da Alemanha na partida e seu 14o em Copas do Mundo, ficando a apenas um de igualar o recorde de Ronaldo.

"Apenas tivemos um jogo ruim. Se você comete erros como aqueles, você volta para casa", disse o atacante argentino Carlos Tevez. "Nós sabíamos que a disposição tática e os contra-ataques poderiam ser perigosos."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below