Dunga chega a Porto Alegre e cogita continuar na seleção

domingo, 4 de julho de 2010 16:16 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Dois dias após a eliminação do Brasil da Copa do Mundo e de ter indicado sua saída do comando da seleção, o técnico Dunga desembarcou neste domingo em Porto Alegre e deixou em aberto seu futuro na equipe.

Após a derrota para a Holanda por 2 x 1 na sexta-feira, Dunga havia indicado deixar o comando da seleção com o fim da Copa. Ao chegar à capital gaúcha, no entanto, afirmou que sua permanência dependerá de conversa com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

"Agora vamos descansar. Daqui a uma semana ou duas, quando o presidente (da CBF) voltar da África do Sul, a gente vai conversar", disse Dunga a jornalistas.

"Meu projeto era de quatro anos. Falei desde o início que vai depender daquilo que o presidente conversar conosco".

Jogadores e a delegação brasileira chegaram ao Brasil nesta madrugada. Parte do grupo desembarcou no Rio de Janeiro e outros optaram por descer em São Paulo.

No Rio, um grupo de torcedores aguardava no aeroporto a chegada da equipe e houve confusão na saída do volante Felipe Melo, hostilizado pelos torcedores.

Em São Paulo, os jogadores não utilizaram a sala de desembarque, frustrando os torcedores que aguardavam a chegada do time.

No desembarque em Porto Alegre, Dunga destacou o apoio da população à seleção apesar da eliminação.

"A manifestação da população demonstrou que o nosso trabalho foi bem visto. Tínhamos esse projeto de resgatar esse amor em relação à seleção. O povo viu um time que se parece com ele: trabalhador", afirmou.

"Mas a sensação é de que um pedaço nosso ficou na África do Sul".

(Por Hugo Bachega)