Desempenho alemão na Copa do Mundo aumenta confiança na economia

segunda-feira, 5 de julho de 2010 11:55 BRT
 

Por Erik Kirschbaum

BERLIM (Reuters) - O bom desempenho da Alemanha na Copa do Mundo pode ajudar na recuperação do crescimento da maior economia da Europa, com os consumidores sendo influenciados pelo "fator de bem-estar" do sucesso nacional no futebol e recorrendo às suas poupanças para voltar a gastar.

A preocupação com a crise de dívida grega, a turbulência do mercado financeiro, os cortes de gastos do governo e os problemas na coalizão de centro-direita da chanceler Angela Merkel se combinaram para limitar a demanda doméstica, reduzindo as projeções oficiais de crescimento em 2010 para a modesta taxa de 1,4 por cento.

Analistas agora acreditam que esse número é muito baixo, e alguns veem um acréscimo de um a três décimos de ponto percentual com a classificação da Alemanha para as semifinais da Copa, coincidindo com a melhora no mercado de trabalho alemão e a inflação baixa.

"A boa campanha na Copa do Mundo está, sem dúvida, contribuindo com uma melhora geral na confiança do consumidor na Alemanha", disse Rolf Buerkl, economista do grupo de pesquisa GfK.

"As pessoas na Alemanha estão de bom humor e, quando elas estão de bom humor, elas tendem a gastar mais", disse Buerkl à Reuters. "As condições ao redor também são favoráveis: o desemprego e a inflação estão baixos. A Copa do Mundo contribuirá com o crescimento."

A euforia com as vitórias expressivas sobre a arquirrival Inglaterra e sobre a Argentina tomaram conta da nação e reanimaram o espírito do "Sommermaerchen" (Conto de Fadas de Verão) de 2006, quando os alemães celebraram o fato de serem anfitriões de uma Copa tida como uma das mais bem sucedidas da história.

 
<p>Torcedores da Alemanha comemoram ap&oacute;s a vit&oacute;ria contra a Argentina pelas quartas de final da Copa do Mundo, no est&aacute;dio Green Point na Cidade do Cabo, 3 de julho de 2010. REUTERS/Ina Fassbender</p>