Presidente nigeriano anula proibição de jogos da seleção

segunda-feira, 5 de julho de 2010 16:18 BRT
 

Por Felix Onuah

ABUJA (Reuters) - O presidente nigeriano, Goodluck Jonathan, reverteu nesta segunda-feira a proibição imposta à seleção de atuar em competições internacionais durante dois anos, horas antes de uma ameaça de suspensão da Fifa.

"A proibição foi revertida", disse uma fonte da Presidência nigeriana sob condição de anonimato, informando que o gesto ocorreu após uma reunião do mandatário com a federação de futebol nigeriana durante a qual a entidade informou que a seleção foi dissolvida.

"Eles garantiram ao presidente estar comprometidos com um programa de desenvolvimento duradouro para o futebol, e a formar uma nova seleção que trará glória, em vez de constrangimento contínuo à Nigéria no palco mundial", declarou o comunicado da presidência.

"Baseado nessas garantias, e nos apelos de nigerianos bem intencionados, incluindo líderes passados, o presidente Jonathan decidiu rever a proibição".

A Fifa havia dado um prazo até esta segunda-feira para a Nigéria mudar sua decisão e escapar de suspensão de todas as atividades relacionadas à entidade.

No domingo, a Federação de Futebol da Nigéria demitiu seus dois principais dirigentes e ofereceu "desculpas sem reservas" pelo desempenho sofrível da seleção como última tentativa de reverter a proibição presidencial.