Londres quer Olimpíada de 2012 sem vuvuzelas, diz organizador

segunda-feira, 5 de julho de 2010 17:32 BRT
 

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - A Olimpíada de Londres deve estar livre de vuvuzelas em 2012, disse Sebastian Coe, responsável pelos Jogos, nesta segunda-feira.

As cornetas de plástico se tornaram a trilha sonora da Copa do Mundo da África do Sul, mas foram proibidos em Wimbledon, e Coe não deseja o zumbido contínuo causando dores de cabeça a atletas e espectadores quando os Jogos começarem.

"Sou muito liberal nesses assuntos, mas o esporte olímpico é muito específico e não é desejável ter nada que atrapalhe a concentração daqueles cinco ou seis minutos que antecedem a final dos 100 metros rasos", disse ele à Reuters.

"São o silêncio e a expectativa que definem aquele momento, e é óbvio que a maioria dos esportes olímpicos exige abordagens muito diferentes dos espectadores", acrescentou Coe depois de mostrar o estádio olímpico de 80 mil assentos de Londres a Jacques Rogge, presidente do Comitê Olímpico Internacional.

Coe disse esperar que a paixão demonstrada pelos torcedores de futebol também esteja presente nos Jogos londrinos.

"Não fui à Copa do Mundo, mas pelo que tenho ouvido está sendo muito bem organizado", disse. "As plateias são barulhentas e apaixonadas, e no nosso país, onde o esporte é tão importante, tenho certeza de que será igual".