Treinador holandês quer emoção uruguaia em sua seleção

segunda-feira, 5 de julho de 2010 18:14 BRT
 

Por Theo Ruizenaar

CIDADE DO CABO (Reuters) - O técnico da Holanda, Bert van Marwijk, acredita que a abordagem apaixonada do Uruguai deveria servir como exemplo para sua seleção quando os dois times se enfrentarem, na terça-feira, na primeira semifinal da Copa 2010.

Van Marwijk revelou nesta segunda-feira que, antes de uma das primeiras partidas dos holandeses no Mundial, usou os sul-americanos para ilustrar como se deve disputar partidas nesse nível.

"Se você vir a paixão deles, pode servir de exemplo para nós", disse o treinador em coletiva de imprensa.

"Você sempre deve explorar suas próprias forças e se ater à sua cultura futebolística, mas sempre existem coisas para se aprender com outros times".

O técnico acrescentou que chegar à semifinal de uma Copa do Mundo já é uma grande conquista para um pequeno país como a Holanda, mas que o time ainda não está satisfeito.

Os holandeses têm se mostrado determinados a conquistar o Mundial desde que Van Marwijk assumiu o cargo de Marco Van Basten em julho de 2008, e até o momento seu jogador-chave em campo foi Dirk Kuyt.

Kuyt entrou durante as eliminatórias como atacante central, jogos as três primeiras partidas da fase de grupos na Copa aberto pela direita e depois foi para o flanco esquerdo para abrir caminho para Arjen Robben.

"Vi em alguma reportagem que (o ex-técnico do Liverpool Rafael) Benítez disse uma vez que quando escala seu time, Kuyt é o primeiro nome que anota", disse Van Marwijk.

"Comigo é igual, ele passou um mau momento no Liverpool. que penou na última temporada, mas para nós ele é muito importante".

"Com seu entusiasmo e seu esforço, ele muitas vezes dá o tom certo na partida, e isso é contagiante", completou.

 
<p>T&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o holandesa, Bert van Marwijk, em coletiva de imprensa em Johanesburgo. Marwijk acredita que a paix&atilde;o do Uruguai deveria servir como exemplo para sua sele&ccedil;&atilde;o quando os dois times se enfrentarem, na ter&ccedil;a-feira, na primeira semifinal da Copa 2010. 03/07/2010 REUTERS/Henry Romero</p>