Sul-africana Semenya é autorizada a voltar a competir

terça-feira, 6 de julho de 2010 17:33 BRT
 

Por Peroshni Govender

JOHANESBURGO (Reuters) - A sul-africana Caster Semenya, campeã mundial dos 800 metros rasos, foi liberada na terça-feira para voltar às competições femininas de atletismo, quase um ano depois dos polêmicos exames de aferição de gênero que levaram à sua suspensão desde o Mundial de Atletismo de Berlim, em agosto.

"Estou animada por entrar mais uma vez na arena do atletismo global e ansiosa por competir", disse Semenya, de 19 anos, em nota divulgada por seus advogados.

A Federação Sul-Africana de Atletismo disse estar em contato com o técnico dela para saber se Semenya poderá ser incluída na equipe do Mundial Junior do Canadá, neste mês. Antes, ela será submetida a um teste físico.

A Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf) disse em nota ter aceitado as conclusões de uma comissão médica, liberando-a para competir imediatamente. Ela havia sido suspensa porque exames apontaram que ela não tinha características suficientemente femininas para competir entre as mulheres.

Advogados de Semenya disseram que a liberação ocorreu após um "histórico acordo" entre a Iaaf e a atleta, cujos detalhes serão mantidos em sigilo.