Presidente do Uruguai elogia bom futebol da seleção

quarta-feira, 7 de julho de 2010 12:37 BRT
 

MONTEVIDÉU (Reuters) - O presidente uruguaio, José Mujica, disse na terça-feira que a seleção de seu país caiu com dignidade na semifinal do Mundial e que com cinco minutos mais de jogo poderia ter virado o placar.

O Uruguai perdeu a possibilidade de chegar à final do torneio ao perder por 3 x 2 da Holanda, que disputará a final com o vencedor da semifinal desta quarta-feira entre Alemanha e Espanha a partir das 15h30 (horário de Brasília).

A "celeste", que conquistou as Copas de 1930 e 1950, disputará no sábado o terceiro lugar do campeonato.

A seleção do pequeno país sul-americano lutou até o último momento para empatar a partida e ir para a prorrogação, chegando a pressionar bastante os holandeses nos minutos finais do confronto.

"Se tivéssemos cinco minutos mais, ganharíamos ... mas saímos com muita dignidade", disse o mandatário após a disputa, segundo publicou o site de notícias www.montevideo.com.uy.

"Conseguimos perder com nossa dignidade. Fomos ótimos", acrescentou o presidente.

Mujica, de 75 anos, mantém uma relação estreita com os jogadores da seleção.

Na terça-feira, antes do embate, agradeceu aos jogadores por seu esforço em seu programa de rádio, independentemente do resultado que obtivessem diante da Holanda.

O presidente tinha intenção de viajar à África do Sul para presenciar a partida da semifinal do torneio, fase para a qual o Uruguai havia se classificado pela última vez há 40 anos.

Entretanto, Mujica teve que abrir mão da visita por motivos de saúde.

(Reportagem de Conrado Hornos)

 
<p>Presidente uruguaio, Jos&eacute; Mujica, durante Pante&atilde;o nacional em Caracas em abril. Mujica disse na ter&ccedil;a-feira que a sele&ccedil;&atilde;o de seu pa&iacute;s caiu com dignidade na semifinal da Copa do Mundo 07/04/2010 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins/Arquivo</p>