Faltou coragem à Alemanha, diz técnico, que parabeniza o rival

quarta-feira, 7 de julho de 2010 20:34 BRT
 

Por Karolos Grohmann

DURBAN (Reuters) - A seleção da Alemanha mostrou pouca coragem contra a campeã europeia Espanha e pagou o preço com a derrota de 1 x 0 na semifinal da Copa do Mundo, disseram o técnico Joachim Loew e seus jogadores.

Loew, que vê seu time cair de novo contra os espanhóis após a derrota na final da Eurocopa de 2008 pelo mesmo placar, afirmou que a Espanha é a melhor equipe do mundo no momento.

"Esse é o time melhor preparado, que joga junto há dois ou três anos. Nós, por outro lado, tivemos algumas inibições durante a partida, mas é difícil explicar por que logo depois do jogo."

"Não tivemos coragem e convicção em nosso jogo. Tivemos que trabalhar duro para conquistar a bola porque eles tinham uma boa circulação da bola", acrescentou o treinador de 50 anos, cujo futuro na equipe será decidido neste mês.

Os alemães, que chegaram ao Mundial sul-africano com o time mais jovem em 76 anos, não conseguiram marcar gols no começo da partida, como aconteceu nas goleadas que aplicaram sobre Inglaterra e Argentina.

"Claro que estamos desapontados, já que perdemos uma semifinal", disse Loew.

"Temos que parabenizar a equipe espanhola. Nos últimos dois anos eles foram a equipe com mais qualidade e mostraram isso. Não fomos bons o suficiente nesta noite."

O atacante Miroslav Klose, que tem 14 gols em Mundiais e ainda pode superar o brasileiro Ronaldo, que soma 15, quando disputar o terceiro lugar, contra o Uruguai, no sábado, disse que a Espanha não deu chances para a Alemanha contra-atacar, sua marca nesta Copa.

"Não conseguimos jogar nosso jogo...Eles tiveram posse de bola e fizeram com que a gente corresse. Crédito para a Espanha, que mereceu a vitória", disse Klose, de 32 anos.

 
<p>T&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o alem&atilde;, Joachim Loew, durante jogo da semifinal contra a Espanha. A Alemanha mostrou pouca coragem contra a campe&atilde; europeia e pagou o pre&ccedil;o com a derrota de 1 x 0, disseram o t&eacute;cnicoe seus jogadores. 07/07/2010 REUTERS/Ina Fassbender</p>