Torcedores alemães querem fritar polvo oráculo pró-Espanha

quinta-feira, 8 de julho de 2010 13:45 BRT
 

Por Erik Kirschbaum

BERLIM (Reuters Life!) - Alguns alemães estão querendo fritar em público o polvo oráculo que acertou a previsão das seis partidas de sua seleção na Copa do Mundo -- inclusive a derrota para a Espanha na semifinal de quarta-feira.

Paul, um polvo de dois anos que vive em um aquário da Alemanha, se tornou uma celebridade global por sua bizarra habilidade de prever o vencedor das partidas do time alemão no Mundial, sem deixar de apontar os fracassos diante da Sérvia e dos espanhóis.

"Nada é melhor do que polvo frito", disse Dolores Lusch, torcedora que trabalha em uma barraca de peixe em Berlim. "É só cortar em fatias finas e fritar de todos os lados com uma pitada de suco de limão, azeite e alho. Delicioso!"

Nação pouco supersticiosa, a Alemanha se tornou crente dos possíveis poderes psíquicos de Paul. O país ficou chocado e preocupado quando ele escolheu a Espanha como vencedora do jogo de quarta-feira depois de mostrar a Alemanha triunfando sobre Argentina, Inglaterra, Gana e Austrália.

Jornais e sites alemães receberam inúmeras sugestões do que fazer com Paul -- a maior parte sugerindo que ele fosse comido.

"Joguem-no em uma frigideira", escreveu o diário berlinense Kurier, expressando um sentimento ecoado pelos jornais Die Welt, Sueddeutsche Zeitung e Hamburger Abendblatt, entre outros.

Os palpites de Paul viraram manchete em toda a Alemanha e ao redor do mundo. Canais de TV alemães chegaram a dar boletins ao vivo de Paul fazendo suas escolhas no aquário.

Na sexta-feira Paul irá escolher o vencedor da disputa de terceiro lugar entre Alemanha e Uruguai no sábado, assim como o campeão da final entre Holanda e Espanha no domingo. As redes de TV de Alemanha, Espanha e Holanda estão planejando uma cobertura ao vivo.   Continuação...

 
<p>O polvo Paul, conhecido como "polvo or&aacute;culo", fazendo previs&atilde;o antes do jogo entre Alemanha e Espanha. Alguns alem&atilde;es est&atilde;o querendo fritar o polvo que acertou a previs&atilde;o das seis partidas de sua sele&ccedil;&atilde;o na Copa do Mundo -- inclusive a derrota para a Espanha na semifinal de quarta-feira. 06/07/2010 REUTERS/Wolfgang Rattay</p>