8 de Julho de 2010 / às 20:44 / 7 anos atrás

Caos aéreo impede centenas de assistirem à semifinal

Por Agnieszka Flak

JOHANESBURGO (Reuters) - Centenas de torcedores deixaram de assistir à partida Espanha x Alemanha, na quarta-feira, pela semifinal da Copa do Mundo, por causa do caos no aeroporto de Durban, segundo autoridades. Até membros do comitê executivo da Fifa foram afetados.

O congestionamento no aeroporto foi um dos raros contratempos numa Copa até aqui bem sucedida, a primeira no continente africano.

Alguns aviões VIP, que deveriam pousar no novo Aeroporto Internacional King Shaka e depois estacionar no aeroporto antigo, a 60 quilômetros dali, não se moveram, o que fez com que outros voos atrasassem para pousar ou dessem meia-volta, segundo a rádio 702 Talk, citando informações da Acsa, empresa que gere os aeroportos do país.

Irvin Khosa, do comitê organizador local, confirmou que o problema ocorreu devido a aviões com chefes de Estado, que precisam de condições especiais para operar, reduzindo o fluxo habitual do aeroporto. "Chegaram a Durban 220 voos, especialmente fretados. Foi um caso de força maior."

Cinco aviões voltaram a Johanesburgo e à Cidade do Cabo, e outros pousaram horas depois do programado, fazendo com que os torcedores perdessem a partida ou pelo menos parte dela.

A ACSA disse que os passageiros não serão reembolsados, porque o avião decolou e pousou em um aeroporto, e só uma pequena parcela do valor do bilhete é pago à companhia aeroportuária.

Os passageiros afetados, que haviam gastado milhares de rands na compra de ingressos e passagens, ficaram indignados, e alguns ameaçaram ir à Justiça por indenizações.

"Fomos bem até agora, mas hoje está uma desgraça", disse um torcedor frustrado à rádio. "O fato de que um dos nossos aeroportos nem sabia qual é a sua capacidade é bastante patético", disse outro.

Rich Mkhondo, porta-voz do comitê organizador local da Copa, disse à Reuters que a organização não pode fazer nada. "Infelizmente, esse tipo de coisa acontece. Vamos nos reunir ainda hoje com a Acsa para assegurar que isso não aconteça de novo durante a final."

O secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, negou rumores anteriores de que os torcedores prejudicados terão direito a uma compensação. "Não há indenização, isso não é verdade", disse ele.

"Não é nossa responsabilidade. O que aconteceu no aeroporto é um problema de tráfego aéreo. Tivemos parceiros comerciais e membros do comitê executivo que não conseguiram pousar em Durban."

A Espanha venceu o jogo e faz a final da Copa no domingo no estádio Soccer City, em Johanesburgo, contra a Holanda.

Reportagem adicional de Brian Homewood

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below