10 de Julho de 2010 / às 14:08 / em 7 anos

Vettel conquista a pole para o GP da Inglaterra

<p>O piloto alem&atilde;o Sebastian Vettel ap&oacute;s garantir a pole position para o Grande Pr&ecirc;mio da Inglaterra em Silverstone, 10 de julho de 2010. REUTERS/Nigel Roddis</p>

Por Alan Baldwin

SILVERSTONE, Inglaterra (Reuters) - O alemão Sebastian Vettel voou para a pole position à frente de seu companheiro de equipe, Mark Webber, neste sábado em uma primeira fila dominada pelos carros da Red Bull para o GP da Inglaterra.

Vettel, que venceu em Silverstone no ano passado largando em primeiro, agora tem cinco poles em dez corridas nesta temporada.

“Espero que possamos repetir a história do ano passado”, disse o piloto de 23 anos, depois de sua segunda pole consecutiva.

“Não é o GP do meu país, mas me sinto correndo em casa aqui porque o lar do meu time é aqui”, afirmou ele, feliz com o fato de seu carro ter sido “tão rápido em todos os pontos” do circuito.

“Temos um carro forte aqui, então, devemos ser capazes de vencer”, acrescentou Vettel, durante coletiva de imprensa após o treino classificatório, enquanto Webber se sentou ao lado dele com cara de poucos amigos.

“Acho que a equipe ficará feliz com o resultado de hoje,” disse o australiano, sem sequer um sinal de sorriso em contraste com a alegria de seu colega de escuderia.

Fernando Alonso, da Ferrari, se classificou em terceiro para a corrida de domingo, com o líder do campeonato, Lewis Hamilton, da McLaren, largando em quarto em sua corrida em casa num circuito clássico que foi ampliado e remodelado desde o ano passado.

Atual campeão mundial, Jenson Button, que está em segundo na classificação geral seis pontos atrás de seu companheiro de equipe, viu seu azar em Silverstone continuar ao se classificar apenas no 14o lugar do grid.

O britânico ainda não conseguiu chegar ao pódio correndo em casa depois de mais de uma década competindo e suas esperanças sofreram um grande golpe quando o pacote de melhorias para o carro não funcionou nos treinos livres de sexta-feira.

A McLaren decidiu deixar de lado o novo duto de ar e o piso do carro depois do segundo treino livre, optando pela configuração que levou o time ao segundo e terceiros lugares em Valência, há duas semanas.

Com todas as mudanças e modificações tardias, alguma coisa deu errado.

“Esta manhã, o carro estava muito bom, mas ele ficou impossível de guiar nesta tarde, eu soube assim que me sentei nele”, declarou Button aos repórteres, em um dia ensolarado em Silverstone.

“Acho que temos muito trabalho a fazer para melhorar o carro. Não seria certo promover as mudanças aqui”, acrescentou.

Alonso, que não deixou dúvidas sobre o que pensava depois de Hamilton não ter sofrido nenhuma punição significativa por ter ultrapassado o safety car em Valência, estava feliz por ter se classificado à frente do britânico.

“Nós continuamos a desenvolver o carro e a ter performances cada vez melhores”, disse o espanhol.

O alemão Nico Rosberg novamente ficou à frente de seu companheiro de Mercedes, Michael Schumacher, com o primeiro largando em quinto e o heptacampeão mundial, em décimo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below