10 de Julho de 2010 / às 20:29 / 7 anos atrás

Alemanha bate Uruguai e fica com 3a colocação na Copa

<p>Jogador da sele&ccedil;&atilde;o alem&atilde; Sami Khedira comemora com zagueiro Per Mertesacker ap&oacute;s marcar o gol da vit&oacute;ria por 3 x 2 da Alemanha sobre o Uruguai. O resultado da partida, disputada em Port Elizabeth, deu &agrave; Alemanha a terceira coloca&ccedil;&atilde;o na Copa do Mundo de 2010, disputada na &Aacute;frica do Sul. REUTERS/Oleg Popov</p>

Por Martin Petty

PORT ELIZABETH (Reuters) - A Alemanha encerrou sua impressionante participação na Copa do Mundo com uma emocionante vitória por 3 x 2 sobre o determinado Uruguai, neste sábado, na disputa do terceiro lugar do torneio.

O meio-campo Sami Khedira cabeceou no canto depois de bate e rebate na grande área a oito minutos do encerramento para dar à tricampeã mundial a merecida vitória e evitar que o Uruguai conquistasse sua melhor colocação na Copa desde que ergueu o caneco há 60 anos.

Esta é a segunda Copa consecutiva que a Alemanha termina na terceira colocação, tendo vencido também o a disputa do terceiro lugar do Mundial que sediou em 2006.

A Alemanha saiu na frente aos 19 minutos de partida com o quinto gol de Thomas Mueller na competição, mas o Uruguai empatou nove minutos depois com Edinson Cavani.

Os uruguaios assumiram a liderança com gol do atacante Diego Forlán, também seu quinto gol no torneio, aos seis minutos do segundo tempo, mas Marcell Jansen empatou cinco minutos depois.

Khedira então fez o gol da vitória, mas o Uruguai chegou perto de empatar no último chute do jogo quando Forlán cobrou falta de 20 metros e a bola explodiu no travessão.

Mueller e Forlán se juntaram ao meio-campista holandês Wesley Sneijder e ao espanhol David Villa na lista dos artilheiros do Mundial.

Os alemães fizeram quatro alterações na equipe que perdeu para a Espanha na semifinal e mostrou novamente o estilo de jogo de toques rápidos que atropelou Inglaterra e Argentina nas fases anteriores.

Os alemães saíram na frente quando o goleiro uruguaio Fernando Muslera rebateu um chute de Bastian Schweinsteiger na direção de Mueller, que tocou calmamente para o fundo da rede.

O Uruguai surpreendeu a defesa alemã quando, aos 28 minutos, Diego Pérez roubou a bola de Schweinsteiger no meio-campo e tocou para Luis Suárez, que lançou Cavani para empatar a partida com um belo toque no canto.

Com inspiração para atacar logo depois do intervalo, o Uruguai quase marcou aos dois minutos da etapa complementar, forçando o goleiro Hans-Joerg Butt a fazer uma bela defesa em chute de Cavani e depois de Suárez.

Os uruguaios assumiram a liderança aos seis minutos com um chute de Forlán cheio de efeito do limite da grande área, completando magistralmente um cruzamento de Egidio Arévalo.

Mas os alemães não desistiram e empataram aos 11 minutos quando Jansen subiu mais alto que dois defensores e o goleiro e completou de cabeça o cruzamento perfeito de Jerome Boateng.

Eles, então, resistiram a uma série de ataques do Uruguai e conseguiram o gol da vitória aos 37 minutos com Khedira, para pouco depois segurar a respiração na cobrança de falta de Forlán que atingiu o travessão.

O atacante da seleção alemã Miroslav Klose não foi escalado pelo técnico Joachim Loew por conta de um problema físico e sequer saiu do banco de reservas. Assim, o jogador do Bayern de Munique não conseguiu igualar o recorde do brasileiro Ronaldo, maior artilheiro da história das Copas do Mundo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below