Imprensa alemã celebra fantástica Copa da seleção nacional

domingo, 11 de julho de 2010 13:59 BRT
 

Por Erik Kirschbaum

BERLIM (Reuters) - Os jornais alemães neste domingo elogiaram o time do país pela recuperação que terminou em vitória sobre o Uruguai por 3 x 2 na disputa pelo terceiro lugar na Copa. O resultado relembrou o orgulho patriótico que inundou o país durante a edição de 2006 do torneio na própria Alemanha.

Diversos comentaristas vislumbraram um futuro brilhante para o jovem selecionado alemão, especialmente por conta das vitórias marcantes contra a Inglaterra e a Argentina em demonstração de futebol ofensivo, antes da eliminação do país contra a Espanha.

Eles também destacaram, com alguma satisfação, que esta foi a segunda Copa do Mundo consecutiva que a Alemanha ficou com a medalha de bronze e a terceira que a seleção ficou entre os três, contando com o vice-campeonato em 2002 contra o Brasil.

"Obrigado jogadores por dar à Alemanha mais um motivo de celebração com a Copa do Mundo", escreveu Bild am Sonntag. "Que maravilhoso verão com Copa do Mundo que vocês nos deram. Joachim Loew colocou um time em campo que cativou todos na Alemanha."

Miriam Nyary escreveu que o time deu ao país algo especial - um orgulho novo da comunidade de imigrantes. O lado multi-cultural do time mostrou aos alemães e ao mundo que a Alemanha, após anos negando isso para si mesma, é uma nação de imigrantes.

"Vocês criaram algo mágico em campo e nos deram muita emoção em casa", escreveu Nyary. "Desde o primeiro minuto, vocês nos deixaram elétricos, nos fizeram tremer, torcer e chorar. Mas não foram as virtudes germânicas tradicionais que nos deram tanta alegria. Vários alemães e turcos comemoraram juntos quando Mesut Ozil marcou o gol da vitória contra Gana. Esse sentimento multi-cultural vai continuar por muito tempo após a Copa do Mundo", acrescentou.

Já o jornal conservador Frankfurter Allgemeine Zeitung reconheceu a capacidade do polvo que virou celebridade por prever com exatidão todos os jogos da Alemanha na Copa do Mundo - incluindo as duas derrotas.

"Paul, o polvo oráculo, (no Sea Life) em Oberhausen acertou novamente", escreveu o FAZ. "Pela sétima vez consecutiva na Copa, Paul previu corretamente o vencedor da partida da Alemanha."

Milhares de fãs assistiram às partidas em locais públicos e audiência da TV bateu recordes. Os alemães abandonaram a sua tradicional relutância em agitar bandeiras ao usar as cores da bandeira, o preto, vermelho e amarelo, em várias locais pelo país.