Espanha vence Holanda na prorrogação e é campeã do mundo

domingo, 11 de julho de 2010 19:10 BRT
 

Por Mitch Phillips

JOHANESBURGO (Reuters) - A Espanha é campeã do mundo pela primeira vez. Com um gol de Andrés Iniesta no segundo tempo da prorrogação, a atual campeã europeia derrotou a Holanda por 1 x 0 neste domingo e conquistou a Copa do Mundo da África do Sul.

Depois do empate em 0 x 0 no tempo normal, coube a Iniesta marcar o único gol do jogo no estádio Soccer City a quatro minutos do final.

E a Espanha, após perder a estreia surpreendentemente para a Suíça, completou uma recuperação no torneio, enquanto a Holanda, que venceu todos os jogos nas eliminatórias e também na Copa até a final e eliminou o Brasil nas quartas de final, é vice-campeã pela terceira vez após ter perdido as decisões de 1974 e 1978.

A Espanha é a primeira seleção europeia a conquistar o Mundial fora de seu continente e a oitava campeã do mundo, juntando-se a Brasil (cinco vezes), Itália (quatro), Alemanha (três), Uruguai (duas), Argentina (duas), além de Inglaterra e França (uma vez cada).

"Foi uma partida muito difícil", disse o técnico Vicente Del Bosque. "Temos jogadores fantásticos, poderíamos ter marcado outro gol ou dois, acredito que o resultado foi merecido. É um dia muito feliz para mim e, naturalmente, estou orgulhoso."

Nenhuma das equipes conseguiu dominar a partida, marcada por muitas faltas que interromperam constantemente o confronto.

Houve lances violentos dos dois lados, e o árbitro inglês Howard Webb mostrou 14 cartões amarelos, nove para a Holanda --que teve um expulso-- e cinco para a Espanha.

Muitas vezes o juiz optou por conversar ao invés de advertir os atletas com cartão, e a única expulsão da partida só aconteceu no segundo tempo da prorrogação, quando Heitinga recebeu o segundo amarelo.   Continuação...

 
<p>Andr&eacute;s Iniesta chuta para marcar o gol da vit&oacute;ria espanhola contra a Holanda na final da Copa do Mundo da &Aacute;frica do Sul. REUTERS/Marcos Brindicci</p>