Iniesta acreditava estar impedido no gol que decidiu a Copa

terça-feira, 13 de julho de 2010 18:25 BRT
 

BARCELONA (Reuters) - O espanhol Andrés Iniesta achou que estava impedido ao ajeitar a bola e marcar o gol da vitória na final da Copa do Mundo, disse o meia nesta terça-feira.

"Eu só estava esperando pelo passe de Cesc Fábregas e ele entregou a bola de uma maneira perfeita. Ele foi muito rápido e eu realmente pensei que estivesse impedido, mas eu controlei bem e quando acertei a bola sabia que ela entraria", afirmou Iniesta em entrevista coletiva.

O gol no segundo tempo da prorrogação no domingo foi o único da final contra a Holanda e assegurou à Espanha seu primeiro título mundial.

Iniesta foi questionado como se sentia depois do feito.

"É difícil explicar", disse ele. "Só posso dizer que estou muito feliz. Muito feliz...jogar futebol e fazer meu trabalho e marcar um gol tão importante para todos."

"Ser capaz de fazer milhões de pessoas felizes é algo que não tem preço. Isso é o que gratifica meu trabalho -- poder fazer tantas pessoas felizes, pessoas que nos acompanharam e sofreram com a equipe", completou ele.

O jogador do Barcelona foi à África do Sul depois de uma temporada irregular, marcada por lesões.

"Foi uma temporada difícil. Mas a Copa do Mundo chegou e pude ir com muito desejo e ambição. Esperava que tudo terminaria bem e, apesar da derrota no primeiro jogo (1 x 0 para a Suíça), nos recuperamos bem e tudo acabou como sabemos", disse Iniesta.

 
<p>Meia Andr&eacute;s Iniesta, que achou estar impedido ao ajeitar a bola e marcar o gol da vit&oacute;ria da Espanha na final da Copa do Mundo contra a Holanda. REUTERS/Albert Gea</p>