Beckham quer jogar pela Inglaterra, e não ser técnico

quarta-feira, 14 de julho de 2010 19:08 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - O meio-campista David Beckham descartou na quarta-feira a hipótese de virar treinador ou dirigente em curto prazo, e revelou que ainda sonha em voltar à seleção inglesa, da qual já foi capitão.

"Eu adoraria jogar por meu país outra vez", disse Beckham, 35 anos, que não disputa uma partida desde março por causa de uma lesão de tendão, à Reuters TV. Ele afirmou que já voltou a correr, antes do prazo previsto, e que espera atuar novamente dentro de dois meses.

"Eu sempre disse que não vou me aposentar da seleção", acrescentou. "Isso não significa que jamais serei convocado outra vez. No futebol, nunca se sabe. Sempre quero estar disponível para jogar pelo meu país, e se o treinador sentir que tenho um papel a desempenhar, espero poder cumpri-lo."

Por causa da lesão, Beckham não disputou a Copa da África do Sul, mas foi incluído na delegação, como uma espécie de mentor. Com o fracasso do time na Copa, surgiram especulações de que ele poderia assumir a equipe.

"Não, é algo que nunca me interessou. Nunca me interessei em ser técnico ou dirigir um time. Adoro treinar garotos, é uma das minhas paixões, mas ser técnico realmente não me interessa."

Jogador de linha com mais aparições na seleção inglesa - 115 -, Beckham não atua pelo time desde outubro, quando jogou 30 minutos na vitória de 3 x 0 sobre Belarus.

 
<p>David Beckham assiste &agrave; partida de semifinal entre Andy Murray e Rafael Nadal no torneio de Wimbledon. Beckham descartou na quarta-feira a hip&oacute;tese de virar treinador ou dirigente em curto prazo, e revelou que ainda sonha em voltar &agrave; sele&ccedil;&atilde;o inglesa, da qual j&aacute; foi capit&atilde;o. 02/07/2010 REUTERS/Toby Melville</p>