China quer se candidatar a sede da Copa de 2026

sexta-feira, 16 de julho de 2010 13:06 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China prepara-se para ser candidata à Copa do Mundo de 2026 depois de assistir ao sucesso da anfitriã África do Sul no torneio deste ano, disse a imprensa local nesta sexta-feira.

A Associação Chinesa de Futebol (CFA) deve entrar em breve com um pedido formal à Administração Geral de Esportes (GAS), o Ministério de Esportes, de aprovação para dar prosseguimento a uma candidatura oficial, segundo o presidente da CFA, Wei Di.

"Ficamos tão impressionados com os benefícios que a Copa do Mundo trouxe à África do Sul", disse Wei ao Beijing Youth Daily. "Na África do Sul, eu vi como a Copa do Mundo conseguiu unir um país para melhorar seu futebol."

Wei, que havia dito anteriormente que a China não tentaria se candidatar no futuro próximo devido ao baixo nível do esporte no país, observou que a experiência na África do Sul havia mudado sua opinião.

"Houve diversos debates sobre se a China deveria sediar a Copa do Mundo, ou quando iria fazê-lo. Depois que o torneio foi bem-sucedido na África do Sul, eu devo admitir, a China não tem motivos para não ter uma Copa do Mundo. E agora é o momento", disse ele.

Wei disse que a China é plenamente capaz de sediar uma Copa do Mundo em termos de estádios, serviços e capacidade organizacional, acrescentando que há um forte entusiasmo do público pelo esporte, e as Olimpíadas de 2008 em Pequim serviam como um exemplo de sucesso.

A seleção chinesa não conseguiu se classificar para a Copa na África do Sul, e está no 78o lugar no ranking mundial da Fifa.

(Reportagem de Liu Zhen)