Armstrong não espera gentilezas adversárias na Volta da França

domingo, 18 de julho de 2010 16:31 BRT
 

Por Julien Pretot

AX 3 DOMAINES, França (Reuters) - O heptacampeão Lance Armstrong não espera por nenhuma "gentileza" do pelotão que ele segue pela vitória em uma etapa de sua última Volta da França.

O norte-americano de 38 anos, que terminou em terceiro na Volta no ano passado após ter se aposentado, terminou a 14a etapa neste domingo no 70o lugar, 15 minutos e 14 segundos atrás do vencedor da etapa, o francês Christophe Riblon. Armstrong é o 38o na classificação geral, 39 minutos e 44 segundos atrás do líder.

"Eu gostaria de conseguir (vencer uma etapa). A corrida é difícil, ninguém vai desistir", disse Armstrong a jornalistas. "Eu não quero ninguém que diga 'ei, vamos deixar o velho conseguir uma', não é isso que a Volta da França quer. É um esporte difícil e o melhor deve vencer no dia e ao final de três semanas", disse ele.

"Eu não preciso que ninguém me ajude (a vencer uma etapa). Faço o meu melhor, mas eu sei que estou competindo sem chances."

O ciclista teve um começo consistente na Volta, com uma forte demonstração no início, mas as coisas foram de mal a pior.

Ele perdeu tempo com um pneu furado na terceira etapa e caiu na primeira etapa nos Alpes no último domingo, vendo suas esperanças de vencer na classificação geral sumirem.

Tendo sofrido a primeira das duas punições de subida no domingo da primeira etapa nos Pirineus, Armstrong teve que parar.

"Eu sentei e relaxei. É uma experiência única para mim ter um tempo para olhar ao redor, olhar para as pessoas. Não estou indo para vencer a prova, mas sim para me sentir bem", disse Armstrong.

 
<p>Lance Armstrong pedala durante a 14a etapa do Tour de France, entre Revel e Ax-3 Domaines, 18 de julho de 2010. O heptacampe&atilde;o n&atilde;o espera por nenhuma "gentileza" do pelot&atilde;o que ele segue pela vit&oacute;ria. REUTERS/Eric Gaillard</p>