Guardiola diz que será difícil levar Fabregas para o Barcelona

segunda-feira, 19 de julho de 2010 20:50 BRT
 

BARCELONA (Reuters) - O técnico do Barcelona, Pep Guardiola, afirmou nesta segunda-feira que não será fácil convencer o Arsenal a negociar o meia espanhol Cesc Fabregas com o clube catalão, apesar de o jogador ter declarado que gostaria de jogar no Barça.

Fabregas, que conquistou o título mundial com a seleção da Espanha na África do Sul, defendeu o Barcelona nas categorias de base antes de se transferir para o clube inglês em setembro de 2003.

A imprensa catalã disse nesta segunda-feira que o novo presidente do Barcelona, Sandro Rosell, viajará para Londres nesta semana para tentar chegar a um acordo com o Arsenal, mas Guardiola se mostrou pessimista quanto à possibilidade de um acordo.

"Acho que vai ser muito caro", disse o treinador em entrevista coletiva no campo de treinamento do Barça. "É um jogador importante para o Arsenal, assumindo que nós queremos que ele venha e que o Arsenal sabe que o queremos. Se o Arsenal não quiser, não vai negociar."

O Barcelona, que já contratou o atacante espanhol David Villa e o lateral-esquerdo brasileiro Adriano Correia para a próxima temporada, tem ainda mais 40 milhões de euros para gastar em contratações, de acordo com dirigentes do clube.

Além de Fabregas, que é um meia de criação, o Barcelona provavelmente terá que comprar um volante para substituir o marfinense Yaya Touré, que foi para o Manchester City.

Consultado sobre a possibilidade de que Zlatan Ibrahimovic deixe o clube, Guardiola afirmou que deseja a permanência do jogador, mas que a decisão final dependerá do sueco.

O capitão da seleção do México, Rafael Márquez, estava na mesma situação, de acordo com o treinador.

Dez jogadores do elenco do Barcelona iniciaram nesta segunda-feira a pré-temporada com a primeira equipe. Os jogadores da seleção espanhola Andrés Iniesta, Villa, Xavi e Gerard Piqué, assim como o argentino Lionel Messi, ainda estão de férias.

(Por Ian Rogers)

 
<p>Pepe Reina e Carles Puyol (dir) colocam camisa do Barcelona no colega de equipe Cesc Fabregas (centro) enquanto comemoram vit&oacute;ria da sele&ccedil;&atilde;o espanhola na Copa do Mundo. O t&eacute;cnico do Barcelona, Pep Guardiola, afirmou nesta segunda-feira que n&atilde;o ser&aacute; f&aacute;cil convencer o Arsenal a negociar Fabregas com o clube catal&atilde;o. 12/07/2010 REUTERS/Andrea Comas</p>