Vettel rivaliza com Schumacher no GP da Alemanha

quarta-feira, 21 de julho de 2010 16:02 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - Assistir a Michael Schumacher correr pela Mercedes em Hockenheim podia ser o máximo dos máximos para os fãs de Fórmula 1 alemães quando o hexacampeão estava no auge. Mas já não é mais.

O piloto alemão de 41 anos que está em sua temporada de retorno ao esporte após três anos fora das pistas correrá neste fim de semana seu primeiro grande prêmio em casa pela Mercedes, ainda em busca da antiga boa forma.

Schumacher venceu pela Ferrari em sua última participação em Hockenheim, em 2006, mas ainda não subiu ao pódio nesta temporada, enquanto seu colega de equipe, o também alemão Nico Rosberg, já fez isso três vezes.

Embora Rosberg ainda tenha de vencer um grande prêmio, Sebastian Vettel, da Red Bull, venceu duas provas este ano e conquistou cinco pole positions. No grid de largada com seis pilotos alemães, ele é atualmente o principal homem do país.

Já chamado de "Baby Schumi", Vettel cresceu a apenas meia hora de carro do circuito de Hockenheim e no fim de semana fez uma exibição em sua cidade natal, Heppenheim. De acordo com a Red Bull, mais de 120 mil pessoas saíram às ruas para assistir.

Sobre os ombros de Vettel, haverá mais pressão do que nunca, especialmente após a polêmica do Grande Prêmio da Grã-Bretanha, que terminou com a vitória do colega de equipe Mark Webber após uma divergência, mas Vettel minimizou a preocupação com isso.

"Eu não diria que sinto a pressão por isso (correr em casa)", disse ele. "Isso acrescenta uma dose extra de motivação e aí provavelmente você encontrará aquele décimo (de segundo) extra em volta da pista."

"Eu fui uma vez com meu pai assistir a um treino livre... em 1993 ou 1994", acrescentou ele sobre Hockenheim. "Eu fiquei arrepiado na hora. Eu fui lá muitas vezes com a minha família, em geral numa van, e sempre foi uma boa experiência."

 
<p>Sebastian Vettel da Red Bull passa por via p&uacute;blica em sua cidade natal de Hepeenheim. J&aacute; chamado de "Baby Schumi", Vettel cresceu a apenas meia hora de carro do circuito de Hockenheim. 18/07/2010 REUTERS/Ralph Orlowski</p>