Ribéry diz estar deprimido com escândalo, mas não preocupado

sexta-feira, 23 de julho de 2010 10:39 BRT
 

BERLIM (Reuters) - O meia francês Franck Ribéry, envolvido numa investigação judicial em que é suspeito de ter feito sexo com uma prostituta menor de idade, disse estar deprimido, mas não preocupado com o futuro da sua carreira.

"Há momentos na vida que são estressantes e deprimentes. Este definitivamente é um desses momentos", disse o jogador do Bayern de Munique em entrevista publicada na sexta-feira pelo jornal alemão Bild.

"Não, não estou preocupado com meu futuro ou minha carreira, nem na seleção nem no Bayern. Estou convencido de que vou recuperar a confiança das pessoas que talvez duvidem de mim no momento."

Outro jogador francês, Karim Benzema, também está envolvido na investigação por crimes que podem levar a três anos de prisão e multa de 45 mil euros (58.390 dólares). Para serem condenados, será preciso que a promotoria prove que eles sabiam que a prostituta era menor de 18 anos. Um advogado de Ribéry disse que ele não sabia disso.

Depois de participar da desastrosa campanha francesa na Copa do Mundo, Ribéry disse que não tem conseguido se concentrar no futebol. "No momento, está um pouco difícil para mim", disse ele.

"Espero que as discussões sobre meus problemas privados e minhas lesões em breve terminem. O mais importante para mim é o futebol", afirmou.

"Preciso sair dessa. Sou um jogador que está muito à vista do público, sobre quem tudo é noticiado e que todo mundo conhece. Preciso conviver com isso."

Ribéry agradeceu o apoio que tem recebido do Bayern. "Todo o clube ficou incondicionalmente ao meu lado. Isso é algo que me fará nunca esquecer o Bayern de Munique."

 
<p>Meia franc&ecirc;s Franck Rib&eacute;ry diz estar deprimido com esc&acirc;ndalo, mas n&atilde;o preocupado. REUTERS/Charles Platiau</p>