Segundo na lista, Mano será novo técnico da seleção

sábado, 24 de julho de 2010 14:48 BRT
 

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) - Dizendo que não costuma "fugir de convites importantes", Mano Menezes anunciou neste sábado que será o novo técnico da seleção brasileira de futebol.

"Para todo Brasil, a partir de agora, eu digo que oficialmente aceito o convite do presidente (da CBF) Ricardo Teixeira," disse Mano em entrevista coletiva no Corinthians, clube onde é atualmente técnico.

Mano disse irá dirigir o Corinthians pela última vez no domingo, contra o Guarani, pelo Campeonato Brasileiro. Na segunda-feira será apresentado oficialmente como técnico, quando poderá fazer a convocação da seleção para o amistoso contra os Estados Unidos, no dia 10 de agosto.

"Eu tenho por linha não fugir de convites importantes e aceitá-los como um grande desafio, porque entendo que durante todo esse tempo você vem se preparando para uma condição cada vez mais importante, cada vez mais grandiosa", disse. "Essa é a mais grandiosa de todas."

O convite a Mano, de 48 anos, foi feito depois que a CBF fracassou na tentativa de contratar Muricy Ramalho, do Fluminense. O treinador da equipe carioca afirmou que só assumiria a seleção caso fosse liberado pelo seu clube, o que não ocorreu.

A CBF acabou acertando com Mano, segundo nome numa lista montada pela confederação brasileira ainda na África do Sul, após a derrota para a Holanda nas quartas de final do Mundial.

Perguntado se ficava incomodado com o fato de ser a segunda opção, o treinador disse "muito pelo contrário."

"Me orgulha muito. Nós devemos ter no futebol brasileiro, uns 30, 40, 50 excelentes profissionais e eu estou em segundo, estou muito bem colocado."   Continuação...

 
<p>Mano Menezes, t&eacute;cnico do Corinthians, durante jogo da Copa Libertadores contra Cerro Porteno, em Assun&ccedil;&atilde;o. Menezes anunciou neste s&aacute;bado que ser&aacute; o novo t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o brasileira de futebol. 17/03/2010 REUTERS/Jorge Adorno/Arquivo</p>