July 25, 2010 / 3:09 PM / 7 years ago

Alonso vence na Alemanha em polêmica dobradinha da Ferrari

4 Min, DE LEITURA

<p>Os pilotos da Ferrari Fernando Alonso e Felipe Massa comemoram a vit&oacute;ria no Grande Pr&ecirc;mio da Alemanha no circuito de Hockenheim, 25 de julho de 2010.Thomas Bohlen</p>

Por Alan Baldwin

HOCKENHEIM, Alemanha (Reuters) - Fernando Alonso liderou uma dobradinha da Ferrari no Grande Prêmio da Alemanha neste domingo após impedir a vitória do companheiro de equipe Felipe Massa.

Emocionante, a corrida aconteceu após um ano do acidente quase fatal que atingiu o brasileiro. Ainda que o espanhol tenha celebrado o segundo triunfo da temporada, o 23o da sua carreira, a comemoração foi acompanhada por uma polêmica com Massa.

"Então, Fernando é mais rápido do que você", disse o engenheiro de prova Rob Smedley para o brasileiro na 47a volta da corrida de 67, após o seu piloto liderar desde o início da prova.

Alonso, então, ultrapassou o piloto duas voltas depois, o que levou Smedley a dizer para Massa: "Bom garoto. Agora só fique atrás dele. Desculpe".

A frustração de Massa foi evidente. Ele afastou a tentativa de abraço de Alonso na saída dos carros.

Também houve decepção por parte da torcida alemã, que esperava ver Sebastian Vettel, da Red Bull, vencer após conseguir a pole. O jovem piloto alemão largou mal, ficando em terceiro lugar, atrás dos dois carros da Ferrari.

O piloto da McLaren Lewis Hamilton terminou em quarto, disparando na liderança do campeonato com 14 pontos, à frente do companheiro de equipe e campeão na última temporada Jenson Button, que ficou em quinto.

A dobradinha da Ferrari foi a segunda da temporada. Eles conseguiram o mesmo resultado na corrida de abertura, no Bahrain. Com o resultado, Alonso e a equipe italiana ainda têm chances de disputar o título, mesmo após várias corridas com resultados fracos.

Acidente

Neste domingo aconteceu o primeiro aniversário do sério acidente no Grande Prêmio da Hungria que não só deixou Massa em coma por vários dias como também levou o piloto brasileiro a enfrentar ferimentos muito sérios que ameaçaram a sua vida.

Massa foi atingido na cabeça por uma mola que se soltou de um carro durante um treino de classificação.

O brasileiro ficou fora do restante da temporada de 2009 e não consegue vencer desde 2008.

Vettel, na pole pela sexta vez em 11 corridas, moveu o seu carro agressivamente para a direita na tentativa de bloquear os avanços de Alonso, o que abriu espaço para Massa ultrapassar os dois ainda na primeira curva.

Com a dobradinha da Ferraris garantida, a maior emoção da prova foi a batalha de egos entre o determinado brasileiro e o espanhol.

"Isso é ridículo", disse Alonso no rádio da equipe quando não conseguiu ultrapassar Massa na volta 21.

Quando o piloto finalmente conseguiu ultrapassar, foi um sucesso mudo. "Não dá para ser mais óbvio do que isso. Ele podia ter colocado o braço para fora do cockpit e fazer o sinal para ultrapassá-lo", disse o piloto inglês Anthony Davidson na BBC Radio.

O australiano Mark Webber foi o sexto pela Red Bull, o polonês Robert Kubica ficou em sétimo pela Renault, seguido pelos alemães da Mercedes Nico Rosberg e Michael Schumacher.

O russo Vitaly Petrov, que tem o seu futuro na equipe sujeito a muita especulação, conquistou o último ponto para a Renault, ao terminar pela primeira vez desde abril entre os 10 primeiros colocados.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below