Maradona diz que deseja continuar como técnico da Argentina

segunda-feira, 26 de julho de 2010 11:13 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - Diego Maradona disse no domingo que tem vontade de continuar como treinador da seleção argentina, desde que possa manter a atual comissão técnica.

A situação de Maradona será definida na segunda-feira numa reunião com o presidente da Associação do Futebol Argentino (AFA), Julio Grondona.

"Estou com vontade de continuar. Minha continuidade será definida na reunião que terei com Grondona nesta semana, e o resultado vai depender do que ele quiser, e de aceitar o que eu lhe pedir", disse Maradona à TV América, na sua primeira entrevista a jornalistas argentinos desde a Copa do Mundo.

"Continuar significa assumir o comando, e com as pessoas que eu quiser", disse Maradona, reagindo a rumores de que a AFA exigiria mudanças na comissão técnica.

"Não há nenhuma possibilidade de que eu continue como treinador da seleção se me querem tirar (o assistente Alejandro) Mancuso, (Héctor) Enrique ou algum massagista, ou que me queiram colocar este ou aquele."

Maradona -- que voltou no sábado da Venezuela, onde foi recebido pelo presidente Hugo Chávez -- disse que a Argentina não mereceu ser eliminada nas quartas de final da Copa. "Não merecíamos terminar assim, e o trabalho feito foi bom."

(Reportagem de Luis Ampuero)

 
<p>T&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o argentina, Diego Maradona, chega ao Pal&aacute;cio Miraflores em Caracas para visitar o presidente venezuelano, Hugo Ch&aacute;vez. Maradona disse no domingo que tem vontade de continuar como treinador da sele&ccedil;&atilde;o, desde que possa manter a atual comiss&atilde;o t&eacute;cnica. 22/06/2010 REUTERS/Jorge Silva</p>